Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Campinas ganha acidentômetro que conta acidentes de trabalho

Painel faz parte de campanha do MPT e foi lançado nesta segunda (13); só em Campinas, desde 2012, foram registrados quase 8 mil auxílios-doenças na cidade

| ACidadeON Campinas

Painel foi colocado na manhã desta segunda-feira (Foto: Luciano Claudino/Código19) 
A partir desta segunda-feira (13), o cruzamento da Avenida Francisco Glicério com a Rua Barreto Leme, no Centro de Campinas, terá um painel eletrônico que mostrará a contagem de acidentes de trabalho no Brasil, para conscientizar a população a respeito do tema.

O painel é de LED e tem 5 metros de largura por 2 metros de altura. Em Campinas, no período de 2012 a 2018, a cidade de Campinas registrou 7.960 auxílios-doença, com impacto previdenciário no importe de R$ 72,32 milhões, com a perda de 1.138 dias de trabalho.

O painel faz parte da campanha publicitária "A Dor Pode Te Marcar", do MPT (Ministério Público do Trabalho), em parceria com a Prefeitura de Campinas e o Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador).

LER/DORT

As LERs (Lesões por Esforços Repetitivos) e os DORTs (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) são as doenças que mais afetam os trabalhadores brasileiros. A constatação é do estudo Saúde Brasil 2018, do Ministério da Saúde.

Dados do Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação) mostram que entre os anos de 2007 e 2016, 67.599 casos de LER/Dort foram notificados à pasta. Neste período, o total de registros cresceu 184%, passando de 3.212 casos, em 2007, para 9.122 em 2016. Tanto o volume quanto o aumento nos casos nesse período sinalizam alerta em relação à saúde dos trabalhadores.

CAMPANHA

Além do Acidentômetro, a campanha "A Dor Pode Te Marcar", que usa a tatuagem como analogia das doenças ocupacionais e transtornos mentais, também será veiculada em rádios, TVs, jornais, outdoors, internet, busdoors, pontos de ônibus, prédios públicos, mídias indoor e também nas redes sociais. A campanha terá perfis no Instagram (/adorpodetemarcar), Facebook (/adorpodetemarcar), YouTube e um hotsite com informações acerca do tema (www.adorpodetemarcar.com.br).  
 


TAC

O MPT e a Prefeitura de Campinas firmaram, em março de 2019, um Termo de Cooperação, pelo qual as partes se comprometeram a priorizar a criação de políticas públicas para melhor gerir a saúde laboral no âmbito do município. Uma série de compromissos figura no termo, cujo projeto de trabalho compreende 5 eixos: promoção/divulgação, capacitação, estruturação, normatização e outras iniciativas.

O projeto prevê a capacitação dos agentes de saúde do Município, que estarão devidamente treinados para atender a demanda de trabalhadores que apresentarem casos de doença ocupacional ou questões envolvendo a saúde mental. O treinamento vai abranger 100% dos profissionais de saúde do SUS Campinas, incluindo médicos, enfermeiros e assistentes sociais, da rede Básica, Especialidades e Rede Mário Gatti, além dos profissionais da Coordenadoria de Vigilância e Agravos de Doenças (CVAD) e dos Núcleos de Vigilância Epidemiológica (NVE).

O projeto prevê também a qualificação técnica das equipes do CEREST e das Vigilâncias Sanitárias dos municípios da área de abrangência da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (RENAST).

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso. Para mais informações, consulte nosso TERMO DE USO"

Facebook

Mais do ACidade ON