Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Jovens arrecadam lã para fazer perucas a crianças com câncer

Foram mil novelos arrecadados por jovens de Valinhos; a corrente do bem promete trazer magia para crianças com perucas feitas de cabelos de personagens infantis

| ACidadeON Campinas

A turma reunida com as lãs: de novelo em novelo para fazer o bem (Foto: Denny Cesare/Código19) 

Azul, amarelo, rosa, vermelho, branco. Muitas cores estampam os mil novelos de lã arrecadados por quatro turmas da 7ª série de um colégio de Valinhos. Deu um trabalhão, mas a recompensa será valiosa: os novelos, de marca e tecido específicos, serão doados a uma ONG que fará perucas um tanto diferentes para crianças com câncer.

Serão adereços inspirados nos cabelos de personagens da Disney e de histórias em quadrinhos que viraram filmes, como a rainha do gelo Elsa, de Frozen, e a máscara do empresário Tony Stark, o Homem-de-Ferro, da Marvel.

As crianças estudam no Sesi de Valinhos e começaram a arrecadar os novelos em agosto. A iniciativa começou quando uma aluna mais nova foi diagnosticada com câncer. Sem poder ir à escola, a história dela também acabou virando a história dos outros colegas, que têm entre 12 e 13 anos.

Aí, a professora de português Mariana Mamede resolveu que poderia criar ali um projeto bacana. Surgiu, então, a arrecadação dos novelos de lã. Eles foram chegando aos poucos, um a um, e estão sendo levados para a capital, onde a ONG Cabelos Mágicos fará, por falta de palavra melhor, sua magia.

A ideia é doar as perucas prontas ao Centro Infantil Boldrini, em Campinas. A missão é fazer sorrir quem estiver precisando de um sorriso nos corredores do hospital.  



EMPATIA


A arrecadação dos novelos envolveu uma grande rede. Alguns alunos se animaram bastante com a história toda e resolveram envolver toda a família. E isso está errado? Não para o pequeno Caíque Vasconcelos Naimi, de 13 anos. "Eu contei pra minha família no grupo de WhatsApp e todos se envolveram. E é importante que seja de uma marca e de um lã certinha, para que não gere alergia nas crianças", disse.

O pai, André, também participa da brincadeira, que é séria. "É importante uma ação como esta, porque queremos que nossos filhos façam o melhor e sejam o melhor. Isso muda o futuro deles", disse ele.

A diretora do Sesi, Marta Leardini Gonzaga, conta que o projeto, assim como outros, faz parte da grade escolar pois desenvolve o lado humano nos alunos. "Trabalhamos em todos os anos algo parecido, com doações e envolvimento na comunidade", contou.

AS PERUCAS


As perucas, ainda em confecção, deverão alegrar muitos pequenos e pequenas. Isso porque são necessários de dois a três novelos para se fazer uma delas. Com quase mil arrecadados, já se pode imaginar quantos sorrisos elas abrirão. Para facilitar: pelo menos 333 pacientes terão um dia melhor com a ajuda dos meninos e meninas de Valinhos.  



Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON