Aguarde...

Vacinas

É hipertenso? Veja quais critérios são válidos para tomar a vacina de covid-19

Ministério da Saúde definiu quatro especificações para hipertensão; documento deve atestar a comorbidade para garantir a imunização contra o coronavírus

| ACidadeON Campinas

Podem se vacinar pessoas que possuem estágio grave da doença (Foto: Weber Sian/ACidade ON)
Após a liberação da vacinação contra a covid-19 para pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos na última semana pelo governo de São Paulo, muitas pessoas que são hipertensas ficaram com dúvidas se poderiam ou não receber o imunizantes. Alguns moradores chegaram a ir até os postos de vacinação e tiveram que voltar para a casa sem receber a dose. 

Isso ocorreu porque a doença possui vários estágios, e só podem se vacinar aqueles pacientes que possuem o grau avançado da hipertensão, que seria a estágio 3. 

Também estão inclusos os estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo; pessoas com Hipertensão Arterial Resistente que tomam de três ou mais anti-hipertensivos e que tenham a pressão acima do recomendado; ou aqueles que tenham a pressão controlada e que fazem o uso de quatro ou mais medicamentos. 

A equipe de produção da EPTV Campinas ligou pra 10 clínicas de cardiologia da região e em todas houve a confirmação de que pacientes estão buscando informações e pedindo a carta de confirmação de hipertensão. 

Nos últimos cinco dias, uma das clínicas recebeu mais 392 pedidos de carta. No entanto, mais da metade desses pedidos não tem direito, já que são pessoas com hipertensão leve e isolada, sem agravantes.  

LEIA TAMBÉM: 
Proteção produzida pelas vacinas contra a covid-19 tem prazo de validade?
 
SP anuncia vacinação de pessoas de 45 a 49 anos e comorbidades no dia 21  
São Paulo retoma vacinação de grávidas e puérperas a partir de segunda-feira

 FRUSTAÇÃO 

A moradora Cleusa Aparecida Teixeira, de 56 anos, e o marido são hipertensos. Após conseguirem a carta médica, ela e o esposo foram até um dos postos de saúde de Santa Bárbara dOste para se vacinar. No entanto, apenas o marido dela pode ser vacinado. 

"Eu mostrei para a enfermeira e ela falou que precisava de mais um componente e que eu não poderia tomar a vacina por causa disso. A gente tem medo de continuar sem a vacina do jeito que as coisas estão".  
 
Veja mais noticias sobre vacinação AQUI

PRIORIZAÇÃO 

O médico cardiologista Otávio Rizzio Coelho Filho destaca que a priorização é necessária devido à baixa demanda de vacinas disponibilizadas. Em casos de dúvidas, o especialista orienta que o paciente consulte um médico e peça a confirmação de que as comorbidades dele estão dentro dos critérios da vacinação. 

"As pessoas que têm doença no coração têm um risco maior de ter complicações com a infecção pela covid. Mas provavelmente não são todas as pessoas que têm doença no coração que de fato vão ter uma pior evolução. Nesse momento em que a vacina não está disponível para todos, eu entendo que é muito adequado essa priorização". 

Vale destacar que é necessário que no documento médico esteja especificado se a pessoa tem uma das quatro hipertensões definidas.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON