cotidiano

Covid-19: Campinas vacinou 75% dos motoristas no 'Dia D'

. Os 338 que não conseguiram se vacinar no sábado, devem aguardar a reabertura do agendamento da vacina

| ACidadeON Campinas -

Motoristas são vacinados contra a covid-19 na cidade (Foto: Denny Cesare/Código19)

Campinas vacinou no sábado (22), dia D da vacinação contra a covid-19, 1.020 motoristas das empresas concessionárias do transporte coletivo. O total representa 75% do estimado neste público.

Segundo a Prefeitura, 1.358 profissionais da categoria foram contabilizados para receber a vacina. Os 338 que não conseguiram se vacinar no sábado, devem aguardar a reabertura do agendamento da vacina, sendo que após a campanha, a cidade suspendeu os novos cadastros após esgotar o número de doses suficientes

LEIA TAMBÉM 
Atendimento em casos respiratórios aumenta 32% em Campinas 
Cepa indiana: Campinas fará 'triagem' de passageiros do Maranhão e Argentina

Na época que divulgou que a categoria iria ser vacinada, a Prefeitura de Campinas havia incluído motoristas, operadores de ônibus, agentes de mobilidade urbana e permissionários de transporte alternativo. Porém, por falta de doses, iniciou a aplicação de doses apenas nos motoristas.

Segundo a Administração, para os "amarelinhos" e profissionais operacionais da área do transporte, a cidade ainda aguarda a manifestação do Estado.

BALANÇO


Ao todo, o "Dia D" vacinou com 23.612 moradores. Além dos motoristas, foram contempladas pessoas de mais de 45 anos com comorbidades (problemas de saúde) que agendaram a imunização.

Questionada sobre a reabertura do agendamento da vacina, a Prefeitura disse que ainda não há data confirmada para abrir o cadastro.

AUMENTO DE CASOS

A Prefeitura de Campinas fez ontem (25) um alerta em relação ao aumento de 36,7% em casos de Covid-19 nos últimos 14 dias. Segundo a Administração, caso os indicadores se mantenham em crescimento nos próximos dias, medidas restritivas serão adotadas.

De acordo com o prefeito, o aumento chama a atenção de todas as equipes técnicas de Vigilância em Saúde e da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar.  

"Nós temos acompanhado o volume de atendimentos de pacientes com suspeita de Covid nos nossos centros de saúde e nos gripários, que cresceu 36% nas últimas três semanas. Além disso, há 15 dias, 600 pessoas estavam internadas com Covid em Campinas. Hoje, temos 750", disse Dário

Mais notícias


Publicidade