cotidiano

Viracopos recebe primeiro voo com vacinas do segundo contrato da Pfizer

O acordo foi assinado em 14 de maio e prevê mais 100 milhões de doses contra a doença entregues até dezembro

| ACidadeON Campinas -

Remessa faz parte do segundo contrato feito com o governo federal (Foto: Denny Cesare/ Código 19)

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, recebeu na madrugada deste sábado (9) 1.989.000 doses da vacina ComiRNAty contra a covid-19. Este foi o primeiro lote do segundo contrato assinado entre a Pfizer e o Governo Federal.

O acordo foi assinado em 14 de maio e prevê mais 100 milhões de doses contra a doença entregues até dezembro. O novo cronograma da farmacêutica começa a ser cumprido quatro dias após a entrega total do contrato anterior, que ocorreu com atraso. Na terça-feira (5) chegou o 95º lote da Pfizer, que finalizou o primeiro contrato de 100 milhões de doses.

O voo trazendo o primeiro lote pousou em Campinas hoje por volta de 4h20. A carga foi despachada para o centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos por volta das 9h50.

LOGÍSTICA


O voo saiu do Aeroporto Schiphol de Amsterdam, na Holanda. As doses do imunizante que estão chegando ao Brasil são produzidas em duas fábricas nos Estados Unidos, Kalamazoo e McPherson, além de uma fábrica na Europa, em Puurs na Bélgica.

Quando chegam ao Brasil, os imunizantes são descarregados do avião em até uma hora, dependendo da quantidade, e enviados para o centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos.

De lá, as vacinas seguem para os centros de logística de cada estado, para então serem distribuídas aos postos de vacinação espalhados pelo país.

Mais notícias


Publicidade