cotidiano

Campinas prevê início da vacinação infantil na próxima semana

Doses pediátricas estão previstas para chegar até domingo (16); confira lista de doenças prévias válidas para público infantil

| ACidadeON Campinas -

Campinas se prepara para vacinar crianças contra a covid-19 (Foto: Reprodução/ EPTV)


A secretaria de Saúde de Campinas informou nesta sexta-feira (14) que as primeiras doses de vacinas infantis estão previstas para chegar na cidade entre sábado e domingo. Com isso, a expectativa da Prefeitura é iniciar a imunização em crianças de 5 a 11 anos já na próxima semana (confira grupo e lista de doenças prévias abaixo). 

No início dessa semana, a secretaria municipal tinha anunciado que preparava salas exclusivas para a vacinação de crianças e, caso a cidade recebesse as doses até hoje, já iniciaria a imunização amanhã, dia em que a cidade faz também um Dia D de imunização em dose adicional. 

A chegada, das doses no entanto, deve acontecer ao longo do fim de semana. A previsão é que a vacinação infantil também seja feita nas escolas.  

LEIA TAMBÉM 
Campinas avalia suspensão de volta presencial às escolas 
Vacinação infantil: será preciso esperar que a criança esteja vacinada para mandá-la à escola?

Segundo a Prefeitura, ainda não foi informada a quantidade de doses que serão destinadas para Campinas. De acordo com governo de São Paulo, o Ministério da Saúde encaminhou até agora 234 mil doses para distribuição nos municípios. 

Hoje, o governo do São Paulo iniciou a vacinação de crianças contra a covid-19. O início da imunização ocorreu de forma simbólica no HC (Hospital das Clínicas) de São Paulo. 

O indígena Davi Seremramiwe Xavante, de oito anos, que veio para São Paulo fazer um tratamento no HC da capital, foi o primeiro a receber o imunizante no Brasil. Davi mora em Piracicaba (leia mais aqui)

A CHEGADA 

As vacinas pediátricas chegaram ontem (13) no Brasil através do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas

A remessa continha 1,2 milhão de doses. Os outros dois voos têm previsão de chegada nos dias 20 e 27, trazendo 1,248 milhão e 1,818 milhão de doses, respectivamente. 

QUEM PODE E DOENÇAS PRÉVIAS 

O Plano Estadual de Imunização recomenda que as 645 Prefeituras do estado priorizem crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência, indígenas e quilombolas. 

A estimativa é que 850 mil menores nestas condições sejam vacinados de forma prioritária. 

A vacinação deve ocorrer de forma escalonada, em ordem decrescente, como foi feito com a população adulta, mas o governo aguarda o recebimento de doses para divulgar um calendário. 

De acordo com o governo estadual, a capacidade de vacinação do estado é de 250 mil crianças por dia. 

O pré-cadastro para vacinação desse público foi liberado na quarta (12). Os pais podem acessar o site do governo paulista (www.vacinaja.sp.gov.br) para inserir os dados da criança e agilizar o atendimento nos postos de saúde. 

COMORBIDADES 

A lista das comorbidades é definida pelo Ministério da Saúde. Pais e responsáveis precisam apresentar nos postos de vacinação comprovantes como exames ou qualquer prescrição médica. 

Os cadastros já existentes nas Unidades Básicas de Saúde também poderão ser utilizados para a vacinação. 

Veja a lista de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde: 

- Insuficiência cardíaca
- Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
- Cardiopatia hipertensiva
- Síndromes coronarianas
- Valvopatias
- Miocardiopatias e pericardiopatias
- Doenças da aorta, grandes vasos e fístulas arteriovenosas
- Arritmias cardíacas
- Cardiopatias congênitas
- Próteses e implantes cardíacos
- Talassemia
- Síndrome de Down
- Diabetes mellitus
- Pneumopatias crônicas graves
- Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3
- Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
- Doença cerebrovascular
- Doença renal crônica
- Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)
- Anemia falciforme
- Obesidade mórbida
- Cirrose hepática
- HIV

Mais notícias


Publicidade