cotidiano

Vacinação infantil: região de Campinas recebe mais 26,3 mil doses

Lotes serão distribuídos para Campinas e outras cidades da região metropolitana

| ACidadeON Campinas -

 

Dose da vacina da Pfizer para crianças (Foto: Luciano Claudino/Código 19)

O DRS 7 (Departamento Regional de Saúde), sediado em Campinas, recebe na tarde desta terça-feira (18) 26,3 mil doses da vacina pediátrica da Pfizer contra a covid-19, destinada a crianças de 5 a 11 anos. 

Os lotes dos imunizantes serão divididos entre Campinas e outras 41 cidades. Entre elas, 19 da RMC (Região Metropolitana de Campinas). As quantidades específicas, porém, não foram detalhadas. 

Na primeira remessa recebida pelo departamento, 21,7 mil doses foram entregues. Destas, 5,3 mil ficaram em Campinas, o que possibilitou o início da vacinação na cidade na manhã desta terça (18). 

As aplicações priorizam atualmente os moradores do município que tenham entre 5 e 11 anos e sejam portadores de comorbidades ou deficiência permanente, além de menores indígenas e quilombolas. 

O agendamento continua aberto e pode ser feito pelo site vacina.campinas.sp.gov.br, pelo telefone 160, ou ainda diretamente no CS (centro de saúde) do bairro mais próximo dos pais ou responsáveis. 

DIA D PARA CRIANÇAS 

Além do dias úteis, as doses pediátricas da Pfizer recebidas hoje por Campinas também devem ser usadas para a imunização dos menores no novo Dia D contra a covid-19, marcado para o próximo sábado (22). 

Ao todo, 4 mil vagas serão disponibilzadas. A vacinação acontece das 8h às 17h em oito centros de saúde exclusivos. A escolha do local e do horário já pode ser feita pelos moradores no site vacina.campinas.sp.gov.br

PARA OS ADULTOS 

Além das 4 mil vacinas para crianças, a Saúde municipal também planeja aplicar no Dia D 17,6 mil doses adicionais em adultos. As aplicações, neste caso, estão marcadas para acontecer em 16 unidades do município. 

As doses de reforço serão aplicadas em todas as pessoas a partir de 18 anos que tiverem recebido a segunda dose há pelo menos 4 meses.
No caso de imunossuprimidos graves, é preciso ter completado a imunização há 28 dias. Se a pessoa foi vacina com a Janssen, o intervalo entre a dose única e a dose adicional é de dois meses.

Mais notícias


Publicidade