Aguarde...

ACidadeON Campinas

docon

Mercado imobiliário de Campinas cresce e atrai novos players

Campinas recebeu 3.827 imóveis novos no período de agosto de 2018 e julho de 2019

| ACidadeON Campinas

Francisco de Oliveira Filho é presidente da Habicamp (Associação Regional da Habitação) de Campinas (Foto: Divulgação)

No último artigo aqui publicado - Mercado imobiliário regional supera os números estaduais -, falamos sobre a retomada do mercado imobiliário de Campinas ao longo deste ano de 2019. No período de um ano, lembramos que a cidade recebeu 3.827 imóveis novos no período de agosto de 2018 e julho de 2019. O volume de unidades representa alta de 92% sobre o mesmo período anterior.

Os números que atestam a retomada do mercado imobiliário local, com reflexos para toda a região, não param de aparecer. O primeiro Indicador de Registro Imobiliário do Brasil, realizado pela Associação dos Registradores de Imóveis de São Paulo (Arisp), em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que acaba de ser divulgada, vem reforçar o bom momento do setor.

Entre junho de 2018 a junho de 2019, o número de transações imobiliárias oficiais na cidade de Campinas, com registro em cartório, apresentou impressionante crescimento de 12,86%. Digo impressionante quando olhamos os dados da média estadual, de apenas 1,55%, e da cidade de São Paulo, o maior mercado da América Latina, com aumento de 2,33%.

Os números são provas irrefutáveis de como anda o mercado imobiliário em nossa região. Falam de uma atualidade real, sem espaço para análises de pura e simples percepção.

Os dados mostram uma realidade que estamos vivendo e presenciando. A pujança e expansão do interesse das famílias, materializadas em aquisições de imóveis, seja ele novo ou usado, tem atraído construtoras e incorporadoras de várias partes do país, que chegam à região com grandes planos de lançamentos e projetos futuros. São empreendimentos voltados para todas as classes sociais, desde o Programa Minha Casa, Minha Vida, até empreendimentos de alto padrão.

A vinda de novos players reforça que há um grande mercado a ser explorado e uma forte demanda imobiliária em curso. Basta lembrar que, hoje, o déficit habitacional em Campinas está próxima a 50 mil unidades. E, em números frios, se fizermos uma conta otimista, com o lançamento de cinco mil unidades por ano o que é muito, levando em conta o histórico recente temos pela frente dez anos, no mínimo, apenas para acabar com este déficit atual. Isso se mais nenhuma família viesse morar em Campinas ou cidades vizinhas.

O estabelecimento de novas construtoras no mercado, trazendo novidades, novas tendências e tecnologias, vai muito além. Significa abertura de milhares de novos empregos diretos imediatos formação de equipes internas e mão de obra para os canteiros de obras que se formarão nos próximos meses e anos - e outros milhares indiretos corretores, fornecedores de materiais, serviços e produtos. Isso tudo vai fazer ajudar na redução da taxa de desemprego e girar a economia regional, permitindo uma recuperação econômica para todos.

Francisco de Oliveira Lima Filho Presidente da Associação das Empresas do Setor Imobiliário e da Habitação de Campinas e Região (Habicamp), entidade que reúne empresas associadas e 60 empresas parceiras como construtoras, incorporadoras, fabricantes de materiais, investidores e profissionais que atuam em toda a cadeia da construção civil. Habicamp.com.br


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON