Aguarde...

ACidadeON Campinas

docon

Preço de imóveis para vendas em recuperação

Francisco de Oliveira Filho aborda o mercado imobiliário

| ACidadeON Campinas

Francisco de Oliveira Filho é presidente da Habicamp (Associação Regional da Habitação) de Campinas (Foto: Divulgação)

Olhar o mercado imobiliário como um todo, não apenas de um único ângulo e com base em dados esporádicos, é um exercício que não apenas os empresários do setor deveriam fazer. Este exercício deveria ser feito, principalmente, pelos trabalhadores que desejam realizar o sonho de aquisição do seu primeiro imóvel ou investidores, especialmente aqueles interessados em usar seu dinheiro para obter uma renda extra no futuro.

Diversos dados econômicos, estatísticos e de investimentos divulgados ao longo dos últimos meses para a cidade de Campinas, considerada uma das mais importantes do Brasil do ponto de vista econômico e de desenvolvimento, mostram um setor em franca recuperação. Não se trata de otimismo apenas de nossa parte. Como diz o ditado, contra números não há argumentos.

No artigo desta semana nosso foco ficará restrito ao preço dos imóveis na cidade de Campinas. Desde o inicio da crise, em 2014, o preço do metro quadrado na cidade sofreu forte desvalorização. Esta queda, em grande parte, se deu por conta da queda de oferta de produtos, decorrente da interrupção de lançamentos imobiliários. A própria crise econômica também afetou o mercado, com a paralisação dos negócios. Falta de dinheiro para compra e medo de fazer dívidas em meio à crise explicar esta paralisia quase que total. Esta fase durou até o resultado das eleições presidenciais.

A partir de dezembro, com novo ânimo e novas expectativas do consumidor, o mercado voltou a reagir, ainda que de maneira tímida. Mas sinalizando para dias melhores. Esta expectativa vem se consolidando ao longo de 2019. As vendas de imóveis residências voltaram a reagir, puxando novos lançamentos que estavam aguardando melhores momentos do mercado.

A reação da demanda se reflete nos números do mercado de compra de imóveis, mais precisamente nos valores. No acumulado de janeiro a setembro o preço do metro quadrado na cidade de Campinas ainda acumula uma queda de 0,19%, segundo a mais recente pesquisa da FIPE/Zap.

Mas olhando por outra perspectiva, mais abrangente, notamos que o valor do m² em Campinas vem reagindo, principalmente nos último dois meses. Em agosto, o preço dos imóveis residências na cidade teve alta de 0,10%. Em setembro, nova alta, desta vez de 0,19%. Pode parecer pouca coisa, mas significa que o mercado está se recuperando. Em setembro, o valor médio do metro quadrado foi de R$ 5.334 mil, se aproximando dos 5.373 mil apurados em janeiro. Ou seja, o preço do imóvel em Campinas pode chegar ou até ultrapassar o valor de janeiro, na troca de presidente.

Vale lembrar que, mesmo sendo uma das cidades mais importantes do Brasil, o preço médio do imóvel em Campinas está bem abaixo da média nacional, com base em 50 capitais e municípios, que é de R$ 7.193. Mil. Hoje, o preço de Campinas ocupa a 19ª posição no ranking das 50 cidades pesquisadas. Ou seja, ainda há muito terreno para maior valorização.

E motivos para que o preço do m² do imóvel em Campinas volte ou mesmo supere o valor de janeiro, existem. E são muitos. Vivemos um novo momento econômico. Inflação em queda. Novas expectativas com a aprovação da Reforma da Previdência e das outras reformas tão necessárias par ao país, que devem acontecer nos próximos meses ou ano. Queda da taxa de juros dos financiamentos imobiliários. Aumento do número de pessoas empregadas. Volta dos investimentos produtivos. E, o mais importante, a retomada da confiança do consumidor. 


Nosso mercado imobiliário é tão pujante e com grandes expectativas, que se tornou ponto obrigatório de outros players, como abordamos em nosso artigo anterior. Ganha com isso tudo os empresários do setor e, principalmente, donos de imóveis e quem sonha em comprar seu primeiro imóvel. Sem falar o trabalhador, especialmente aqueles que estão fora do mercado. Os próximos meses prometem muitos empregos em nossa região.

Francisco de Oliveira Lima Filho Presidente da Associação das Empresas do Setor Imobiliário e da Habitação de Campinas e Região (Habicamp), entidade que reúne empresas associadas e 60 empresas parceiras como construtoras, incorporadoras, fabricantes de materiais, investidores e profissionais que atuam em toda a cadeia da construção civil. https://habicamp.com.br/


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON