Aguarde...

ACidadeON Campinas

docon

Como fortalecer o vínculo entre pais e filhos?

O vínculo contribui com o desenvolvimento cognitivo e emocional e ajuda a criança a desenvolver a autonomia

| Especial para ACidade ON

As psicólogas Priscila Ribeiro Manzoli e Denize Campos Ribeiro (Foto: Divulgação) 

Como definir o vínculo entre pais e filhos? Nas palavras do pediatra José Martins Filho, no documentário "O Começo da Vida", disponível na Netflix, o vínculo é uma definição que é mais fácil de perceber do que de falar, mas trata-se de uma ligação profunda entre duas ou mais pessoas. Ele destaca que no nascimento e no pós-parto, por exemplo, o vínculo tem a finalidade fundamental de proteger o recém-nascido. Esse vínculo faz com que a mãe se dedique intensamente a esta criança e se torne uma das referências de afeto e amor.  

É muito comum observarmos uma mãe olhando, tocando, cheirando, amamentando, sentindo seu filho. O contato físico é uma forma de conectar e estabelecer o vínculo. Paralelamente a todos os cuidados que uma criança exige, esses momentos são também responsáveis por estabelecer laços fortes, saudáveis e duradouros.  

Uma coisa é certa: quando se estabelece um vínculo de confiança e respeito, a criança sabe a quem recorrer em qualquer situação. Um bom exemplo disso é quando seu filho pequeno leva um tombo ou se sente contrariado, quem é a primeira pessoa que ele vai buscar e abre os braços para receber acolhimento? Geralmente são as mães e os pais, concordam? Pesquisas demonstram que crianças que têm vínculos fortes com os pais possuem maior capacidade de aprendizado e se relacionam melhor com os outros e com elas mesmas.  

O vínculo contribui com o desenvolvimento cognitivo e emocional e ajuda a criança a desenvolver a autonomia. Isso permitirá que ela estabeleça relações de afeto, segurança, confiança e respeito. Crianças são muito abertas para construir vínculos sempre, mas depende muito mais do adulto entrar em sintonia com essa disponibilidade.  

E por falar em disponibilidade é preciso que as crianças percebam esses momentos de cumplicidade na família. Muitas vezes os pais acham que é mais importante dar objetos, presentes. Não! O mais importante é estar presente de verdade! São nesses momentos que os pais tem também a oportunidade de conhecer muito mais sobre o filho, seus gostos, desejos e o que ele pensa sobre o mundo que o cerca. Isso contribui até para que a gente se conheça melhor também. Essa troca, além de ser linda e profunda, é fundamental para fortalecer vínculos fortes e saudáveis.  

Algumas ações dos pais podem ajudar a estabelecer vínculos com os pequenos: estabelecer e manter contato visual; estudar e conhecer sobre o desenvolvimento da criança; autoconhecimento, autocuidado e autofortalecimento dos pais; uma boa conversa com os filhos; a conexão que se cria ao ler para a criança; estabelecimento de rotina; doses diárias de brincadeira com os filhos; escutar com respeito e se envolver de forma genuína nos interesses das crianças.  

Que pequenas ações podemos mudar para que este vínculo torne-se mais forte?  

Essa coluna nasce com este propósito. Queremos nos conectar com vocês pais e futuros pais que acreditam num mundo melhor para seus filhos e para nós. Vamos juntos Fortalecer esses laços! Voltaremos a falar em breve!

Priscila Ribeiro Manzoli é psicóloga, mãe do Francisco e dos gêmeos João e Pedro e encantada com as dores e as delícias da maternidade. Denize Ribeiro também é psicóloga e com a chegada da filha Elis tornou-se ainda mais empática com os pais e compreendeu melhor a importância de educar com planejamento. Elas acreditam que para formar indivíduos emocionalmente saudáveis e mais conscientes, os pais precisam necessariamente saber como fazer isso e definir um propósito na educação de seus filhos. Desse encontro profissional nasceu o Programa Fortalecendo Laços, com o objetivo mostrar esse caminho para pais e mães, fortalecendo os laços de amor e o vínculo familiar entre eles. Facebook: https://www.facebook.com/programa.fortalecendo.lacos/ Instagram: @programafortalecendolacos

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON