Aguarde...

ACidadeON Campinas

docon

Você já ouviu falar em engenharia social no crime?

A marginalidade também tem seu universo de engenheiros que praticam essa metodologia para viabilizar seus planos.

| Especial para ACidade ON

O especialista em segurança Adalberto Santos (Foto: Divulgação)

Quando ocorre um assalto ou um furto qualificado em uma residência de um condomínio fechado, uma coisa é certa: o alvo já havia sido escolhido; não foi simplesmente oportunismo. Com certeza os marginais já tinham informações suficientes não só do condomínio e suas vulnerabilidades, como também sabiam os atrativos que a vítima específica tinha em sua residência.  

Desconhecemos invasão em condomínios horizontais com mais de 250 lotes que tenha sido feita pela portaria de forma violenta ou espalhafatosa. Reparem: sempre existe o mesmo "modus operandi", ou seja, de forma dissimulada.  

Normalmente são utilizados os mais diversos mecanismos para poder ludibriar a triagem da portaria, seja como entregadores, prestadores de serviços públicos ou de concessionárias, visitantes, ou até mesmo fazendo o morador como refém do lado externo para depois atingir seu objetivo final.  

Mas como eles conseguem as informações necessárias para obter êxito no crime que vão praticar? Uma das ferramentas mais usadas por esses marginais chama-se "engenharia social". Pois é; a marginalidade também tem seu universo de engenheiros que praticam essa metodologia para viabilizar seus planos.  

Engenharia social é um conjunto de ações que os marginais se utilizam para obter informações a respeito do seu alvo, aproveitando-se da ingenuidade das pessoas que fornecem dados de forma fácil, do alto nível de exposição nas redes sociais, da ambição humana frente a negócios altamente lucrativos e oportunidades fictícias, e até mesmo nas redes de whatsapp dos condomínios, onde os próprios usuários expõem as fragilidades sobre a segurança do local onde vivem.  

Vamos passar aqui algumas sugestões de como se proteger desses ataques. Mas é importante deixarmos claro que essas sugestões não vão resolver todos os problemas; o mais importante é que você tenha consciência do risco e busque de todas as formas estar atento à movimentações fora do normal.  

Nunca entre em um site que não possui o cadeado do lado esquerdo no browser
Nunca passe informações a seu respeito por telefone, e oriente em especial as crianças e jovens a não fazê-lo sem sua autorização
Quando essas ligações vierem do seu banco, peça para a pessoa ligar mais tarde e confirme com seu gerente se essa ligação procede.
Nunca clique em links enviados por e-mail, principalmente vindo de quem você não conhece.
Desconfie de propostas maravilhosas que lhe fizerem e de oportunidades que você tenha que decidir na hora.
Se algum amigo ou parente lhe pedir favores ou informações por whatsapp não passe. Ligue e confirme se é ele mesmo que está pedindo.
Nunca fale em grupos de whatsapp sobre sua vida pessoal ou mesmo da rotina do condomínio. Esse assunto sempre tem que ser tratado com cautela e conhecimento.
Os funcionários de sua casa e as crianças não precisam saber de sua vida pessoal, em especial a financeira: compra ou venda de imóvel, herança, transações financeiras; isso pode vazar de maneira involuntária por quem ouviu.
Enfim, hoje a engenharia social é uma das maiores ameaças que podemos enfrentar, então também temos que ser engenhosamente cuidadosos em tudo que pensamos, expressamos e fazemos.

Adalberto Santos é especialista em segurança e diretor superintendente da Sigmacon. É consultor, palestrante, analista em segurança empresarial e criminal. Possui pós-graduação de processos empresariais em qualidade, MBA em administração e diversos títulos internacionais na área de segurança.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso. Para mais informações, consulte nosso TERMO DE USO"

Facebook