Aguarde...

ACidadeON Campinas

docon

Conheça o Huracán, o superesportivo da Lamborghini

Antônio Fraga traz as novidades da semana no universo automotivo

| Especial para ACidade ON

O Lamborghini Huracán Evo RWD é para motoristas/pilotos experientes (Foto: Divulgação) 

Esportivo de sonho
Com pequenas mudanças estéticas, como por exemplo, maiores entradas de ar na dianteira e para-choques traseiros pintados na cor preta brilhante e com um novo difusor, o Lamborghini Huracán Evo RWD ganha versão com tração traseira. O modelo conta com o motor V10 e 610 cavalos de potência máxima.   

O modelo tem um controle de tração denominado Performance Traction Control System (P-TCS), que "dosa" a cavalaria do motor principalmente em saídas de curva. Na verdade, o Evo RWD tem três modos de condução: Strada (com o P-TCS no controle), Sport (permite que as rodas patinem, mas sob controle) e Corsa (para motoristas experientes e melhor performance, um carro de corrida). O Huracán Evo HWD acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 325 km/h.  

Hyundai entra num segmento que é pura diversão e luxo (Foto: Divulgação)  

Pura diversão
A Hyundai vai entrar no segmento de esportivos conversíveis e quer fazer frente aos modelos premium da BMW, Audi e Mercedes-AMG.  O executivo responsável é Albert Biermann, ex-diretor geral da BMW M, agora chefão da divisão Hyundai N. O modelo Roadster N terá motor central, câmbio automático de oito marchas com dupla embreagem e a base do i30.  

Uma solução muito inteligente para um dos maiores causadores de acidentes (Foto: Divulgação)  

Solução brilhante
O ofuscamento pela luminosidade do sol causa milhares de acidentes de automóvel todos os anos. Mais até que a chuva. Para combater esse problema, a Bosch desenvolveu um quebra sol normal com um sistema "Virtual Visor". O "Virtual Visor" conta com um painel de LCD transparente e uma câmara dirigida ao rosto do motorista que detecta onde os raios do sol estão atingindo o rosto do motorista. Com a tecnologia de cristais líquidos, onde está entrando os raios solares é escurecido evitando o ofuscamento e a perda de visão. O restante do quebra sol fica transparente, não atrapalhando o raio de visão do motorista.  

O Airflow Vision é um veículo futurista com muita tecnologia e conforto (Foto: Divulgação)  

Futuro luxuoso
Na CES- Consumer Electronics Show, em Las Vegas, nos EUA, a FCA-Fiat Chrysler Automobiles mostrou o concept Airflow Vision.
O Airflow Vision foi um modelo da Chrysler (1934 a 1937) e segundo a FCA é um veículo para pessoas que querem muita sofisticação e luxo. O modelo possui quatro poltronas muito confortáveis com acabamento em couro especial.  

A Mercedes-Benz se inspirou no filme Avatar para desenvolver este modelo (Foto: Divulgação)
Conceito Avatar
A Mercedes-Benz também aproveitou a Consumer Electronics Show (CES) e mostrou o seu mais novo carro-conceito inspirado no filme Avatar, o Mercedes-Benz Vision Avatar. O diretor do filme, James Cameron, esteve presente na avant première do modelo ao lado do presidente da Mercedes, Ola Källenius.

O Mercedes-Benz Vision AVTR remolda o conceito de luxo moderno da marca e carrega no seu nome o propósito da sua criação. O nome do inovador veículo conceito representa não apenas a estreita colaboração no desenvolvimento do veículo com a equipe Avatar, mas, também, a Transformação Avançada de Veículos, presente nos iniciais em Inglês de Advanved Vehicle Transformation.
Nova identificação

A Jeep anunciou como vai denominar os seus carros híbridos que chegarão ainda este ano: 2022: 4xe.

O mercado brasileiro iria gostar de contar com esses dois bons produtos (Foto: Divulgação)

Muita economia
A Fiat europeia lançou o 500 e o Panda com motores 1,0 de três cilindros híbridos e com a tecnologia mild-hybrid (que, simplificando, desliga o motor à gasolina quando não há necessidade dele funcionando). Com a nova motorização, os modelos geram 30% menos de emissões de CO2.  

Esses novos motores da família FireFly substituem os 1,2 litro de quatro cilindros e têm a mesma potência máxima: 69 cavalos. Os modelos começam a ser vendidos no próximo mês. Esses motores até virão para o mercado nacional, mas os modelos não. Uma pena.  

O recall do BMW X6 é um dos mais graves, já que pode matar crianças em caso de acidente (Foto: Divulgação)

Muito grave
A BMW do Brasil faz mais um recall. A marca alemã está chamando os clientes dos modelos BMW X6 nas versões X6 xDrive50i, X6 xDrive35i, X6 xDrive30d e X6M, fabricados entre maio de 2014 e março de 2019, para irem numa concessionária solucionar um problema no Isofix. Isofix é o sistema que prende as cadeirinhas de crianças e bebês. Segundo a marca, "verificou-se que ao usar cadeiras de criança com fixação Isofix e apoio adicional na parte inferior do veículo, o aro de fixação Isofix pode sofrer fraturas por vibração". Ocorrendo a falha, em caso de o aro de fixação ser partido, a fixação da cadeira de criança não é mais possível, na medida em que o suporte Isofix pode se desprender do banco. Nesse caso, não se descarta a possibilidade de acidentes fatais ou de acidentes que resultem em danos físicos e/ou materiais aos ocupantes e terceiros.  

Obviamente a BMW do Brasil orienta que os proprietários dos veículos afetados não utilizem as cadeiras de criança até que seja efetuado o reparo da peça de fixação Isofix.  

São 1.564 veículos em que as crianças estão correndo risco de vida.  

Lance Walters é o novo comandante da fábrica de pesados DAF (Foto: Divulgação)

Novo presidente
A DAF Caminhões Brasil começa 2020 com novo presidente. Lance Walters assume a presidência da companhia no Brasil, no lugar de Carlos Ayala, que retorna ao México.  

A Toyota Hilux não é a mais vendida, mas é a que menos perde valor (Foto: Divulgação)

Quanto vale?
O KBB Brasil, site referência em precificação de carros novos e usados, pesquisou os dez carros que menos e mais perderam valor em 2019 e aqueles que mais foram buscados na plataforma, junto às respectivas marcas.  

Baseado no conceito de "depreciação de revenda", que considera o preço pelo qual os lojistas revenderam os modelos, o estudo abrange todos os modelos zero quilômetro de todas as categorias disponíveis à venda em janeiro de 2019 e quanto valiam no mercado de usados em dezembro do mesmo ano.  

Quando o assunto é preço de carros, há duas metodologias para calcular a perda de valor: desvalorização e depreciação. Desvalorização é a comparação do preço atual de um veículo com os valores aplicados pelo mercado à mesma versão fabricada em anos anteriores. Já a Depreciação usa o valor do veículo novo em um período determinado em relação a seu atual valor residual, sempre considerando o mesmo ano/modelo e sem o mesmo rigor de sua definição contábil, que tem regras muito estritas. Nesse estudo, foi aplicado o conceito de depreciação.  

Depreciações
O método de depreciação possibilita que alguns índices, ainda que a princípio pareçam improváveis, sejam valorizados, ou seja, o valor do veículo usado é maior do que do carro 0 km no passado. Uma das explicações para esse comportamento é o fato de o veículo ter sofrido uma forte alta, variação do câmbio e o bom posicionamento da marca no mercado.  

A análise demonstra o desempenho citado com o modelo Toyota Hilux. O carro passou pela valorização de 0,55% em seu preço, seguido pela menor depreciação do Peugeot 3008 SUV, de 1,49%. Já a montadora alemã Volkswagen contou com a dobradinha do Golf e Fox que perderam 3,41% e 3,65% do valor, respectivamente.  

Já dentre os carros que mais perderam valor, os dados revelam três modelos da Ford. Em primeiro lugar, o índice de queda em preço do Ford Focus fica em 28,13%, próximo ao modelo Ford Focus Fastback, com porcentagem de 25,99%. Enquanto isso, o New EcoSport mostra depreciação de 20,53%, na oitava posição. O já conhecido Fiat Weekend ocupa o segundo lugar, depreciando 27,80%.  

Bons produtos  
A Caoa Chery encerrou 2019 como a montadora que mais cresceu no Brasil. Com 20.195 unidades comercializadas no ano passado, a marca registrou crescimento de 133% em relação a 2018, quando foram emplacados 8.640 veículos. No período, a marca também dobrou seu market share, fechando 2019 com índice de 0,76%, contra 0,35% do ano anterior. 

Com bons resultados em vendas desde que chegou às concessionárias, em fevereiro de 2019, o Tiggo 5X foi o campeão de vendas no ano passado, com 7.973 unidades comercializadas.

No ranking da marca, o Tiggo 2, primeiro veículo lançado pela montadora no mercado brasileiro, foi o segundo modelo mais vendido de 2019, com 6.250 unidades, seguido pelo Arrizo 5 e Tiggo 7, que tiveram 2.274 e 2.186 emplacamentos, respectivamente.   

O Smart será o primeiro projeto da união da alemã Mercedez com a chinesa Geely (Foto: Divulgação)

Mais chinês
A Mercedes-Benz e a Geely oficializaram com a autorização do governo chinês uma joint venture de iguais participações (cada uma tem 50% do negócio) para produzirem automóveis elétricos premium. E o primeiro deverá ser o Smart. A fábrica ficará na cidade litorânea de Ningbo, localizada ao sul de Xangai. Pelo acordo dos futuros produtos, a Geely ficará responsável pela engenharia e a Mercedes-Benz pelo design.  

Além de andar num super carro, o proprietário desfruta de um helicóptero exclusivo (Foto: Divulgação)

Tanto na terra como no céu, exclusividade e conforto. Para poucos (Foto: Divulgação)
É muita felicidade
Juntou a fome com a vontade de comer. A Aston Martin Lagonda, marca inglesa de carros de luxo, se uniu à fabricante de helicópteros Airbus Corporate Helicopters e lançaram o luxuosíssimo ACH130 Aston Martin Edition. É uma edição especial para consumidores para lá de exclusivos.

O modelo está disponível em quatro opções de design de interiores e exteriores, assinados pela Aston Martin.
De acordo com Marek Reichman, vice-presidente e diretor de criação da Aston Martin, a companhia tem seu próprio conjunto de princípios de design automotivo e, nos últimos anos, aprendeu a aplicá-los em outras áreas de design, como arquitetura, motocicletas e agora helicópteros.  

O design aeronáutico da Airbus Corporate Helicopters (ACH) e automotivo da Aston Martin trabalham em parceria há mais de um ano.

Os helicópteros são decorados com elementos Aston Martin, começando com as icônicas asas, símbolo da marca, estampadas em couro de luxo e posicionadas com bom gosto por toda a cabine. O Acabamento lembra o Aston Martin DB11. Cada helicóptero da edição especial contemplará uma placa incluída no painel de instrumentos que mostra os logotipos da parceria, o registro da aeronave, o número da edição e o nome do proprietário (opcional).

Tudo digital
Já está em vigor, desde o dia 1º de janeiro deste ano, a deliberação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) nº 180/2019, que traz novas regras para emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo em meio eletrônico (CRLV-e), em substituição ao CRLV em meio físico. O Conselho determinou o prazo de até 30 de junho de 2020 para que os Departamentos de Trânsito dos Estados e Distrito Federal (Detrans) se adequem ao novo formato do documento.

O proprietário do veículo pode ter acesso ao CLRV-e no aplicativo "Carteira Digital", disponível gratuitamente na Google Play e App Store.  

Caso prefira, também poderá, opcionalmente, utilizar uma via impressa do CRLV-e, que terá a mesma validade da versão eletrônica. A diferença é que o documento será impresso em papel comum, validado por um QR Code específico. "O CRLV-e tem um grande diferencial no quesito segurança: a utilização da tecnologia presente no QRCode VIO para garantir a integridade e autenticidade do documento de licenciamento veicular" esclarece o diretor do Serpro, André de Cesero.

Segundo ele, o novo documento impresso na residência do cidadão é mais seguro do que a versão impressa em papel moeda. "Outra vantagem é a possibilidade de impressão a qualquer momento por meio do Portal de Serviços do Denatran, eliminando custos do proprietário com uma possível emissão de uma segunda via" completa.

Da mesma forma que acontece com o documento físico, o CRLV-e somente será expedido após a quitação dos débitos relativos a tributos, encargos e multas de trânsito e ambientais, vinculados ao veículo, bem como o pagamento do Seguro Obrigatório (DPVAT).

Habilitação
Cesero lembra que o CRLV digital já está disponível no aplicativo desenvolvido pelo Serpro, em parceria com o Denatran, Carteira Digital de Trânsito (CDT) juntamente com a CNH Digital

A versão 3.0.8 do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) pode ser baixada na conta Gov.BR da loja oficial dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal na Google Play e na App Store. A atualização já traz o novo formato do formulário CRLV-e, que passa a ser branco, e a opção de impressão em tamanho A4.

Após baixar o aplicativo da CDT no celular, o cidadão deve cadastrar os dados do veículo na plataforma, que vai permitir a visualização do documento sem a necessidade de acesso à internet.
Como obter

Quem já possui a CNH digital, basta atualizar o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), caso a opção de atualização automática não esteja acionada no dispositivo. Depois, o usuário deverá adicionar o CRLV Digital, informando o número do Renavan e o código de segurança impresso no Certificado de Registro de Veículo - CRV (antigo DUT).

Os que ainda não possuem a CNH Digital devem realizar o download do aplicativo CDT, disponibilizado pelo Serpro no Google Play e na App Store, e efetuar o cadastro de usuário no próprio aplicativo. Depois, é só adicionar o CRLV Digital e informar os mesmos dados mencionados anteriormente.  

O documento digital do usuário está protegido por uma senha de acesso de quatro dígitos, exigida para o login na Carteira Digital de Trânsito. O acesso ao aplicativo pode ser feito também com a impressão digital do usuário nos dispositivos móveis que já possuam leitor por biometria.

A autenticidade do documento é garantida pelo QR Code, que pode ser lido para verificar se há alguma falsificação no documento durante uma fiscalização de trânsito. O procedimento de obtenção do CRLV-e e da CNH Digital é 100% online, não sendo necessário o comparecimento do proprietário ao Detran de seu Estado.  

Para quem tem pressa
A FCA - Fiat Chrysler Automóveis e o McDonalds no Brasil anunciaram uma parceria para tornar mais simples e ágil a sua passagem pelo restaurante. Diretamente do carro, será possível acessar o cardápio e escolher o que deseja pedir, pagar e decidir qual restaurante melhor se encaixa em sua rota. A expectativa é de que os testes com os consumidores comecem no primeiro semestre de 2020.  

De acordo com o diretor de Portfólio, Pesquisa e Inteligência Competitiva da FCA para a América Latina, Breno Kamei, o propósito da parceria é a criação de soluções para maior conforto e conveniência das pessoas.