Aguarde...

ACidadeON Campinas

docon

Diversidade, igualdade e inclusão no ambiente de trabalho

Empresas comprometidas em lançar iniciativas que fortaleçam o ambiente diverso e inovador enriquecem

| Especial para ACidade ON

Mayra Theis, sócia da PwC Brasil (Foto: Divulgação) 

A diversidade no quadro de profissionais traz vantagem competitiva entre as organizações, tornando-se um ativo essencial. Empresas comprometidas em lançar iniciativas que fortaleçam o ambiente diverso e inovador, fruto da pluralidade de pessoas talentosas, enriquecem e criam diferenciais para elas e, consequentemente, para suas áreas de negócio, levando-as à liderança em seus setores de atuação.  

Além de ser o certo a fazer, empresas que investem em diversidade também conquistam a admiração de clientes e/ou consumidores, que adotam uma postura cada vez mais crítica e exigente sobre o assunto, atentos às práticas de recrutamento e proporcionalidade dos diversos grupos em posições de tomadas de decisão.  

Assim, o acesso ao mercado de talentos com foco em diversidade, igualdade e inclusão é uma necessidade constante para a sobrevivência das organizações. Neste mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, precisamos levantar mais uma vez a questão: as mulheres estão verdadeiramente incluídas nas metas das organizações de buscar novos talentos para seus quadros de colaboradores? Durante a jornada profissional verifica-se de fato equidade nas oportunidades de ascensão?  

Respostas positivas dependem de compromissos, metas e ações bem definidas que devem fazer parte da estratégia dos negócios. Em nossa organização, por exemplo, 53% do capital humano dos escritórios no Brasil compõem-se de mulheres. Atualmente, nos cargos de liderança, entre os sócios, diretores e gerentes sêniores, respectivamente, 16%, 34% e 47% são mulheres. E, para acelerar o equilíbrio entre homens e mulheres, estabelecemos reduzir o gap de gênero nos cargos de liderança, atingindo 30% de mulheres na sociedade até o ano fiscal de 2025.  

A busca por diversidade em nossa rede de firmas no Brasil e no mundo foi formalizada em 2004. Entre as diversas ações adotadas, que atraem e retêm a força de trabalho feminina, podemos citar a licença maternidade de 6 meses e a licença paternidade de 2 meses; o PAPO (canal 0800 com acompanhamento em diferentes frentes, inclusive de gestantes, primeira consulta jurídica para adoção e ouvidoria para reporte de casos como assédio e discriminação); o Flex Mães: opção de reduzir a jornada de trabalho para 6 ou 4 horas por dia até o primeiro ano do filho (ou da adoção); sala de aleitamento; e o Sponsorship para Mulheres: programa anual focado em garantir desenvolvimento profissional de alta qualidade para que mulheres possam concorrer em condições de igualdade por melhores posições na organização. Tanto a atração quanto a retenção são acompanhadas por métricas com recorte específico em gênero, além de pesquisas de clima sobre diversidade e inclusão.  

Com o objetivo de fortalecer a liderança feminina, em junho de 2015 assinamos o termo de Compromisso aos Princípios de Empoderamento das Mulheres ou WEPs (Womens Empowerment Principles), criado pela ONU Mulheres e Pacto Global. Após essa adesão, criamos um programa de aceleração de liderança feminina, o Wil Women in Leadership, do qual, em sua última edição, das mulheres participantes, 61% foram promovidas a diretoras e sócias num espaço de dois anos. Desde a adesão, a empresa foi reconhecida pela 3ª vez no Prêmio WEPs Brasil, com a colocação prata.  

É essencial a adesão de mais empresas aos princípios de empoderamento das mulheres não somente para fomentar discussões na sociedade como para dar oportunidade às organizações de novos avanços e superação de antigos desafios.

Mayra Theis é sócia da PwC Brasil, coordena diversos projetos de consultoria tributária e societária para empresas que atuam no agronegócio, e, em conjunto com outros sócios, está na liderança de três escritórios voltados para esse setor, localizados em Ribeirão Preto, Goiânia e Cuiabá. Formada em Ciências Contábeis pela PUC São Paulo e em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp), começou a carreira na PwC Brasil como trainee, tornando-se gerente, gerente sênior e sócia da firma, onde está há mais de 15 anos

Mais do ACidade ON