Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Economia

Viracopos rebate articulista sobre segurança no aeroporto

Para concessionária que administra o terminal, é difícil se proteger de quadrilhas altamente armadas

| ACidadeON Campinas

Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (Foto: Denny Cesare/Código19) 

A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos enviou uma nota à redação do ACidade ON Campinas contestando a opinião do especialista em segurança Adalberto Santos, que é colunista do portal.

Em sua coluna neste último domingo (17), Adalberto questionou práticas de segurança do aeroporto durante o mega-assalto à transportadora de valores Brink's, em outubro.

Veja a resposta do aeroporto na íntegra:

Em relação ao artigo publicado no dia 17/11, intitulado "Viracopos: quando a segurança é ou não é levada a sério?", a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos vem esclarecer que preocupa o posicionamento de alguns setores que, em vez de abordar a grave questão da Segurança Pública e do combate do crime organizado de forma ampla, fez parecer que as empresas que sofreram a ação criminosa são responsáveis por supostas falhas de segurança.

Qual empresa consegue enfrentar quadrilhas de posse de armamentos pesados de guerra? Vale lembrar que, no período de um ano e meio, as áreas restritas dos três maiores aeroportos de carga do Brasil (Galeão, Guarulhos e Viracopos) foram invadidas por criminosos fortemente armados, evidenciando que este é um problema nacional de Segurança Pública.

Portanto, o crime organizado deve ser analisado de forma macro com ações de forças de inteligência para coibir tais ações e não de maneira superficial como trata o artigo em questão. A segurança em Viracopos é sim levada a sério.
Vale ressaltar que Aeroporto Internacional de Viracopos cumpre com todos os requisitos regulamentares de segurança previstos no setor e o acionamento de todos os procedimentos ocorreu imediatamente à invasão dos dois veículos com os criminosos por um dos portões de segurança.

Todos os procedimentos de segurança do aeroporto foram encaminhados à Anac.

A concessionária cumpre também com a realização de simulações e exercícios anuais em parceria com as forças policiais, buscando a validação dos procedimentos vigentes, conforme diretrizes das normas da Segurança da Aviação Civil Contra Atos de Interferência Ilícita.

A Polícia Federal aprovou, recentemente, por solicitação da concessionária e da Brinks, o uso de armamento ostensivo em área do Terminal de Carga, ainda que muito inferior ao usado pelos criminosos, o que contribuiu na reação ao crime.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON