Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Esportes

Ponte inicia a semana na 4ª posição e a uma vitória do acesso

O objetivo do grupo continua sendo vencer o embate na Ressacada e assim garantir a volta à elite do futebol nacional

| ACidadeON Campinas

O goleiro Ivan enfatizou que o grupo só pensa no acesso (Foto: PontePress) 

Com a rodada finalizada, a Ponte Preta inicia a semana na quarta posição da série B, com o mesmo número de pontos do CSA, 59, mas saldo maior de gols (12 contra 10). Goiás e Avaí, segundo e terceiro colocados, têm 60. Como a Macaca terá confronto direto com o Avaí no último jogo do ano, às 17 horas deste sábado (24), a vitória alvinegra garante a vaga independentemente de qualquer outro resultado. Se empatar ou perder, porém, a Ponte passa a depender do resultado de Juventude x CSA, marcado para o mesmo dia e horário.

O objetivo do grupo continua sendo vencer o embate na Ressacada e assim garantir a volta à elite do futebol nacional.

"É uma semana decisiva pra nós e o foco é total em vencer o Avaí. Mesmo que um empate pudesse nos dar o acesso, mas não pensamos assim: temos que fazer a nossa parte, conquistar mais três pontos e subir o degrau que falta para o acesso", diz o goleiro Ivan.

Ao lado dos demais jogadores pontepretanos, o camisa 1 faz na manhã chuvosa desta segunda (19) o primeiro treino da semana, no CT do Jardim Eulina, após uma folga praticamente inédita de dois dias. "Estamos vindo numa maratona de jogos, terça e sábado, viagens, uma rotina muito intensa. Então o final de semana foi bom pra ficar com a família e renovar as energias. Mas mesmo nestes dias a cabeça continuou focada numa coisa só: vencer no sábado", conta.

O arqueiro espera que o time mantenha o bom desempenho são sete vitórias e um empate desde que Gilson Kleina assumiu o comando que em oito rodadas elevou as chances de acesso alvinegras de pouco mais de 1% para 65%. Para isso, conta também com outras duas estatísticas: o bom desempenho da Macaca como visitante e o fato de a defesa pontepretana ser a menos vazada da competição.

"Me parece que nossa defesa é inclusive a menos vazada dos últimos 20 anos, o que pra nós é uma marca muito boa. Então temos mais uma batalha e esperamos passar sem tomar gols e vencer lá. Estamos num momento bom, chegamos vivos após situações difíceis, oscilamos bastante durante o ano, mas encontramos o equilíbrio e temos que aproveitar isso", enfatiza Ivan, que fala ainda sobre a importância de Kleina neste processo.

"A gente sabia do potencial do nosso grupo, mas não achávamos o equilíbrio.O Gilson chegou e com toda a experiência dele conseguiu nos ajudar. Aquele exemplo da nota de 100 que ele deu, que mesmo amassada e pisada não perde o valor, foi muito importante. Conseguimos assimilar isso e voltar ao campeonato. Mas falta mais um jogo ainda, então é manter os pés no chão e foco total pra conquistarmos mais uma vitória e o acesso."