Aguarde...

Esportes

Meia senegalês passa por avaliação na Ponte Preta

Papa Diene Faye está na Ponte Preta para um período de avaliação

| ACidadeON Campinas

Papa Diene Faye está na Ponte Preta para um período de avaliação (Foto: PontePress) 

Por meio do projeto Ginga Foot, que é realizado em diversos países do continente africano, o meia senegalês Papa Diene Faye, de 22 anos, está na Ponte Preta para um período de avaliação. O atleta disputou a Copa Africana Sub 17 e a Copa do Mundo Sub 20 pela seleção do Senegal e defedia no AS Sale do Marrocos.

"É um prazer e uma honra jogar por um dos mais tradicionais do Brasil, farei meu melhor ara estar dentro do projeto do time, vou treinar duro para isso, vencer batalha a batalha", disse o atleta.

Um dos responsáveis pelo projeto é o ex-centroavante da Ponte Lucas Pereira, que atuou dos 11 aos 21 anos na Macaca e que teve passagem pelo Ajaccio, da França. No clube europeu o ex-jogador conheceu o também ex-atleta Abdel, que faz parte do projeto e o convidou para fazer parte.

"É uma enorme satisfação estar trazendo o Papa, através dessa parceria do Ginga Foot com a Ponte, que é um clube que tanto conheço, e que me formou como atleta e cidadão", diz Lucas, que acrescenta. "Papa é um jogador de muito potencial, inteligente, que fala cinco idiomas e muito dedicado. Tenho certeza que a Ponte pode contribuir na formação dele como jogador e ele contribuir com a Ponte com um bom futebol", completa.

No país africano que Papa Faye atuava, o projeto Ginga Foot Casa Blanca atende cerca de 500 jovens jogadores. O grupo também organiza trabalho com atletas na Costa do Marfim, Senegal, Camarões e busca - nessa formação de atletas - atender clubes europeus como Liverpool, Manchester United, Paris Saint Germain, Bordeaux e Lyon, entre outros.

Mais do ACidade ON