Publicidade

esportes

Vôlei Renata perde primeira partida da decisão do Paulista

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima segunda-feira (18), às 19h, no Ginásio do Taquaral, em Campinas

| ACidadeON Campinas -

Os comandados do técnico Marcos Pacheco seguem vivos na disputa do bicampeonato estadual. (Foto: Divulgação/Vôlei Renata)


O Vôlei Renata acabou superado pelo Vedacit/Guarulhos, por 3 a 2 (38/36; 20/25; 20/25; 25/21 e 15/10), em duelo equilibrado, decidido no detalhe, disputado no ginásio da Ponte Grande, na Região Metropolitana de São Paulo, no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista. Os comandados do técnico Marcos Pacheco seguem vivos na disputa do bicampeonato estadual.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima segunda-feira (18), às 19h, no Ginásio do Taquaral, em Campinas. O Vôlei Renata precisa de uma vitória por qualquer placar para forçar o golden set diante sua torcida.

No duelo desta quarta-feira, o líbero Alê usou um uniforme em alusão ao Outubro Rosa, mês do combate e prevenção ao câncer de mama e colo de útero. O gesto se repetirá durante os playoffs no segundo jogo da final e no início da Superliga Masculina.

Adriano acabou como maior pontuador do duelo com 19 acertos, seguido pelo central Lucão, com 18. Canuto, que começou entre os titulares, anotou 16 pontos e Evandro teve 14.

"Nós tivemos um jogo intenso, forte, estudado em todos os sets. Infelizmente, não tivemos um bom aproveitamento no momento decisivo. Falhamos na recepção e eles aproveitaram. Vamos para o segundo jogo buscando novamente o resultado em nossos domínios. Primeiro para buscar o jogo. Sabemos que será mais um jogo duro, truncado, mas o confronto está aberto, ainda tem bastante coisa para acontecer", analisa o técnico Marcos Pacheco.

O JOGO

Como era esperado antes do duelo começar, o primeiro set foi quente. Com ritmo forte no saque, o Vôlei Renata largou na frente. Em ace de Barreto, os campineiros obrigaram o adversário a parar a partida (12 a 8). Mostrando consistência e precisão na virada de bola, os visitantes obrigaram Guarulhos a pedir tempo novamente após bola cravada por Lucão no contra-ataque (15 a 9). A partir daí o jogo ganhou em emoção. Adriano apareceu para decidir os ataques do time campineiro, mas os donos da casa conseguiram igualar o marcador (24 a 24). No momento decisivo, Barreto apareceu três vezes em momentos decisivos no bloqueio e deu a vantagem para a equipe visitante (33 a 22). Os mandantes, contudo, aproveitaram dois erros seguidos e saíram na frente: 38 a 36.


O Vôlei Renata não se abalou pelo final da parcial anterior. Os campineiros seguiram com ritmo forte e aproveitaram contra-ataques seguidos com Lucão, em passagem de Barreto pelo saque, para abrirem vantagem (10 a 7). Em bloqueio de Adriano, o time visitante ampliou e obrigou o adversário a pedir tempo (15 a 11). Novamente, Guarulhos tentou reagir, mas a equipe comandada por Marcos Pacheco seguiu mostrando força no sistema defensivo e voltou a aumentar a diferença em contra-ataque de Adriano após linda defesa de Canuto (22 a 19). Com dois aces seguidos de Lucão, a equipe visitante deixou tudo igual fazendo 25 a 20.


O Vôlei Renata seguiu apresentando bom volume de jogo e não demorou a passar na frente do placar no terceiro set. Com Canuto, nome da parcial, inspirado no passe e na virada de bola, os campineiros conseguiram abrir vantagem após dois contra-ataques seguidos do ponteiro (17 a 12). Com ótima distribuição de González e precisão na virada de bola com Barreto e Lucão, o time visitante não deu chances ao adversário e abriu 2 a 1 sem grandes preocupações após ataque rápido de Canuto pela ponta: 25 a 20.


Os campineiros não perderam o ritmo e mostraram boa variação no ataque no início da parcial. Evandro mostrou categoria em largada por cima do bloqueio e na sequência Canuto fuzilou para dar a vantagem ao Vôlei Renata (7 a 6). Guarulhos chegou a passar na frente do placar, mas os visitantes deixaram tudo igual em belo bloqueio de Barreto (15 a 15). Na reta final, a equipe de Campinas não repetiu a consistência na virada de bola e os donos da casa acabaram forçando o tiebreak: 25 a 21.


Na parcial de desempate, os campineiros não conseguiram manter o ritmo e Guarulhos fechou o jogo fazendo 15 a 10.

Mais notícias


Publicidade