Publicidade

esportes

Aberto da Austrália terá 50% da capacidade de público

Medida foi tomada para evitar aumento de casos de covid-19

| ACidadeON Campinas -

Denis Shapovalov, atleta da nova geração do tênis
 

Por Ian Ransom
O público nas principais arenas do Aberto da Austrália será limitado a 50% da capacidade máxima, de acordo com a atualização das restrições impostas por conta do coronavírus, anunciaram os organizadores nesta quinta-feira (13), enquanto autoridades batalham contra um surto de casos em Melbourne. 

Máscaras faciais também serão obrigatórias para todos, exceto ao consumir bebidas ou alimentos, e haverá limites de densidade de uma pessoa a cada dois metros quadrados em locais internos.  

A TA (federação de tênis da Austrália) disse que a limitação de 50% se aplica apenas para as vendas de ingressos na quadra central da Arena Rod Laver, e da segunda quadra, a Arena Margaret Court. 

"Não há mudanças no acesso ao recinto do torneio, e ainda esperamos receber um grande público", afirmou o executivo da TA Ben Slack em nota. "Estamos confiantes nas medidas que colocamos em vigor", disse. 

O estado de Victoria, no qual fica a cidade-sede do Grand Slam, Melbourne, registrou 37.169 novos casos de covid-19 na quinta-feira, além de 25 mortes. 

A contagem de casos está um pouco abaixo do número de quarta-feira, que foi de 40.127 casos. 

O período que antecede o Aberto da Austrália, que começa na próxima segunda-feira, foi ofuscado pelas dúvidas em torno da participação do número um do mundo do tênis masculino, Novak Djokovic. O atleta sérvio teve seu visto cancelado e foi detido por autoridades alfandegárias da Austrália por vários dias até ganhar um recurso na justiça e ser liberado na última segunda-feira (10). 
 
(Com informações da Agência Brasil)

Mais notícias


Publicidade