Publicidade

esportes

Guarani prioriza busca por reforços para o setor ofensivo

Com apenas oito gols marcados em 13 rodadas, o Guarani tem o pior ataque da Série B ao lado de CSA, Ponte Preta e Vila Nova

| Estadao Conteudo -

 

Com apenas oito gols marcados em 13 rodadas, o Guarani tem o pior ataque da Série B ao lado de CSA, Ponte Preta e Vila Nova. (Foto: Luciano Claudino/Código19)

 

A diretoria do Guarani definiu que vai priorizar reforços para o ataque na próxima janela de transferências. Isso porque o setor vem decepcionando no Campeonato Brasileiro da Série B.

Com apenas oito gols marcados em 13 rodadas, o Guarani tem o pior ataque da Série B ao lado de CSA, Ponte Preta e Vila Nova. Esses dois últimos estão na zona de rebaixamento com o alviverde de Campinas.

Dos oito gols, apenas dois foram marcados por atacantes: Bruno José e Lucão do Break. O lateral-esquerdo Matheus Pereira é o artilheiro com dois, enquanto o lateral-direito Diogo Mateus, os volantes Madison e Rodrigo Andrade e o meia Giovanni Augusto têm um cada.
 
  
LEIA TAMBÉM 
Taça das Favelas: veja os resultados das partidas deste domingo em Campinas 
Guilherme Costa conquista bronze inédito no Mundial de Esportes Aquáticos
 

 

Além de Bruno José e Lucão do Break, as outras opções que o técnico Marcelo Chamusca tem para o setor ofensivo são Júlio César, Maxwell, Nicolas Careca, Lucas Venuto, Ronald e Yago.

Os reforços que chegarem vão ficar à disposição apenas a partir do dia 18 de julho. Até lá, Marcelo Chamusca precisa se virar com o que tem ni elenco atual.

Na zona de rebaixamento da Série B, em 18º lugar, com 13 pontos, o Guarani volta a campo na sexta-feira, contra o Londrina, no Estádio do Café, pela 14ª rodada.

Publicidade