Publicidade

esportes

Com direito a recorde mundial, Wallace Santos leva o ouro no arremesso de peso

Em seu último arremesso, brasileiro atinge marca história de 12,63m e sobe ao lugar mais alto do pódio; João Victor Teixeira conquista o bronze na classe T37

| ACidade ON -

Wallace Santos levou o ouro no arremesso de peso e estabeleceu um novo recorde mundial nos Jogos de Tóquio (Foto: Wander Roberto/CPB)
O paratleta Wallace Santos fez história nesta sexta-feira (27), nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Com direito a seis tentativas no arremesso de peso, o brasileiro garantiu a liderança parcial nas primeiras rodadas, mas foi na última investida que Wallace quebrou o recorde mundial da classe F55, para atletas cadeirantes, e garantiu mais um ouro para o atletismo brasileiro na capital japonesa. 

A vaga no lugar mais alto do pódio foi conquistada com a marca de 12,63m, 16 centímetros a mais do que o recorde anterior, pertencente a Ruzhdi Ruzhdi desde 2017. O búlgaro desta vez ficou com a prata (12,19m), e o polonês Lech Stoltman (12,23m) completou o pódio. 

O Brasil também teve um representante no da classe T37, para pessoas com paralisia cerebral. João Victor Teixeira, na quinta de seis tentativas, cravou 14,45m, terceira melhor marca da prova, garantindo o bronze. O ouro ficou com Albert Khinchagov, do Comitê Paralímpico Russo, com 15,78m, e a prata com Ahmed Moslah, da Tunísia, com 14,50m. 

Havia outro brasileiro nesta prova. Emanoel Victor de Oliveira teve como melhor arremesso justamente o primeiro, com 13,63m. Ele se despediu da competição na sétima colocação. 

Com as duas medalhas, o Brasil chega agora a 17 medalhas em Tóquio. Antes, a delegação subiu ao pódio na Natação com Gabriel Bandeira (ouro e prata), Wendell Belarmino (ouro) Gabriel Araújo (prata), Phelipe Rodrigues (bronze) e Daniel Dias (2x bronze), Maria Carolina Santiago (bronze) além do bronze na categoria revezamento 4x50m misto. Além disso, Jovane Guissone ficou com a prata na Esgrima em cadeira de rodas, Rodolfo Riskalla também levou a prata no Hipismo Adestramento. No atletismo Yeltsin Jacques, Silvânia Costa e Petrúcio Ferreira conquistaram o ouro, enquanto Washington Júnior garantiu o bronze.

Mais notícias


Publicidade