Publicidade

esportes

Yeltsin Jacques conquista 100º ouro para o Brasil em Paralimpíadas

Com direito a recorde mundial, brasileiro domina prova dos 1.500m T11 e sobe ao lugar mais alto do pódio pela segunda vez nos Jogos de Tóquio

| ACidade ON -

O Brasil escreveu mais um importante capítulo em sua história nos Jogos Paralímpicos, na noite desta segunda-feira (manhã de terça no Japão). No Estádio Olímpico de Tóquio, Yeltsin Jacques conquistou a centésima medalha de ouro do Brasil em Paralimpíadas ao vencer os 1500m T11, classe para atletas cegos, com direito a recorde mundial.

O atleta, acompanhado pelo guia Antônio Carlos dos Santos, dominou a prova e conquistou a vitória com o tempo de 3min57s60, bem à frente do segundo colocado. Foi o segundo ouro de Yeltsin nos Jogos de Tóquio, já que ele também garantiu o ouro nos 5.000m T11.

O Brasil começou a participar das Paralimpíadas na sua quarta edição, em Heidelberg, em 1972. Mas o primeiro ouro saiu apenas 12 anos depois, em 1984, com a vitória de Marcia Malsar nos 200m rasos C6. Dos 100 ouros, 83 se dividem entre duas modalidades: 47 no atletismo e 36 na natação. Inclusive, o maior medalhista de ouro brasileiro vem das piscinas. Daniel Dias, até o momento, foi 14 vezes campeão paralímpico. 

Yeltsin Jacques garante lugar mais alto no pódio para Atletismo e conquista centésima medalha do Brasil em Paralimpíadas (Foto: Divulgação/CPB)

Quadro de medalhas

Até o momento, o Brasil conquistou 36 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Confira abaixo todos os medalhistas brasileiros:

Natação: Gabriel Bandeira (ouro e prata); Wendell Belarmino (ouro); Gabriel Araújo (ouro e prata); Phelipe Rodrigues (bronze); Daniel Dias (2x bronze); Maria Carolina Santiago (ouro e bronze); Beatriz Borges (bronze); Bronze no revezamento 4x50m misto; Bronze no revezamento 4x100m misto.

Atletismo: Yeltsin Jacques (2x ouro); Silvânia Costa (ouro); Petrúcio Ferreira (ouro); Wallace Santos (ouro); Claudiney Batista (ouro); Beth Gomes (ouro); Thalita Simplício (prata); João Victor Teixeira (bronze); Washington Júnior (bronze); Julyana da Silva (bronze); Cícero Nobre (bronze). 

Esgrima: Jovane Guissone (prata); Vinícius Rodrigues (prata); Alessandro Rodrigo (prata). 

Hipismo: Rodolfo Riskalla (prata). 

Tênis de Mesa: Bruna Alexandre (prata); Cátia Oliveira (bronze). 

Judô: Alana Maldonado (ouro); Lúcia Araújo (bronze); Meg Emmerich (bronze). 

Remo: Renê Campos Pereira (bronze). 

Halterofilismo: Mariana D'Andrea (ouro).

Mais notícias


Publicidade