Publicidade

esportes

Brasil vence Argentina e se torna pentacampeão paralímpico no Futebol de 5

Com gol de Nonato na reta final do segundo tempo, Seleção Brasileira supera rival, mantém 100% de aproveitamento e leva o ouro em Tóquio

| ACidadeON -

Com vitória sobre Argentina, Brasil se torna pentacampeão paralímpico (Foto: Alessandra Cabral/CPB)
Pela quinta vez consecutiva em cinco edições da modalidade nas Paralimpíadas, o Brasil conquistou a medalha de ouro no Futebol de 5, modalidade disputada por atletas cegos. Em confronto neste sábado (4), os brasileiros conquistaram a vitória somente no segundo tempo, com um belo gol de Nonato sobre o maior rival, a Argentina.

Sem ser vazada e com 100% de aproveitamento, a Seleção Brasileira se manteve intocável nos Jogos. A façanha deu ao país seu 22º ouro geral no Japão, superando por um o recorde que havia sido estabelecido em Londres 2012 (21).

O Brasil jamais perdeu uma partida em cinco campanhas paralímpicas que lhe renderam cinco medalhas de ouro.

O futebol de 5 estreou nas Paralimpíadas em Atenas 2004 e de lá para cá, o Brasil sempre esteve no topo do pódio. Na Grécia, a vitória foi sobre a Argentina nos pênaltis. Em Pequim 2008, o título veio sobre a China, por 2 a 1.

O tri foi garantido em Londres 2012 com um triunfo sobre a França por 2 a 0. Na Rio 2016, o oponente da decisão foi o Irã, devidamente batido na final por 1 a 0. 

Destaque nas Paralimpíadas, Nonato foi o autor do gol que deu o ouro ao Brasil em Tóquio (Foto: Alessandra Cabral/CPB)
Quadro de medalhas

Até o momento, o Brasil conquistou 66 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Confira abaixo todos os medalhistas brasileiros: 

Natação: Gabriel Bandeira (ouro e 2x prata); Wendell Belarmino (ouro e bronze); Gabriel Araújo (2x ouro e prata); Cecília Araújo (prata); Prata no revezamento 4x100m livre misto; Phelipe Rodrigues (bronze); Daniel Dias (2x bronze); Maria Carolina Santiago (3x ouro e bronze); Mariana Ribeiro (bronze); Beatriz Borges (bronze); Talisson Glock (ouro e bronze) Bronze no revezamento 4x50m misto; Bronze no revezamento 4x100m misto.
Atletismo: Yeltsin Jacques (2x ouro); Silvânia Costa (ouro); Petrúcio Ferreira (ouro); Wallace Santos (ouro); Claudiney Batista (ouro); Beth Gomes (ouro); Alessandro Rodrigo (ouro e prata); Thalita Simplício (prata); Raissa Rocha Machado (prata); Marivana Oliveira (prata); João Victor Teixeira (2x bronze); Washington Júnior (bronze); Julyana da Silva (bronze); Cícero Nobre (bronze); Jardênia Felix (bronze); Mateus Evangelista (bronze); Marco Aurélio Borges (bronze); Thiago Paulino (bronze); Ricardo Gomes (bronze).

Esgrima: Jovane Guissone (prata); Vinícius Rodrigues (prata).

Hipismo: Rodolfo Riskalla (prata).

Tênis de Mesa: Bruna Alexandre (prata); Cátia Oliveira (bronze); Bronze por equipes na classe 9-10.

Judô: Alana Maldonado (ouro); Lúcia Araújo (bronze); Meg Emmerich (bronze).

Remo: Renê Campos Pereira (bronze).

Halterofilismo: Mariana D'Andrea (ouro).

Bocha: Maciel Santos (bronze); José Carlos Chagas (bronze).

Paratawekwondo: Nathan Torquato (ouro); Silvana Fernandes (bronze).

Canoagem: Fernando Rufino (ouro); Luis Carlos Cardoso (prata); Giovane Vieira (bronze).

Goalball: Seleção masculina (bronze).

Vôlei Sentado: Seleção Feminina (bronze).

Futebol de 5: Seleção masculina (ouro).

Mais notícias


Publicidade