Aguarde...

Lazer e Cultura

Marcos Pasquim e Nelson Freitas gravam filme em Campinas

O longa-metragem é produzido por um diretor nascido em Americana e tem cenas gravadas em uma empresa que fica no Cambuí

| ACidadeON Campinas

Cenas foram gravadas em uma empresa que fica no Cambuí (Foto: Reprodução/EPTV)
Com os atores Marcos Pasquim, Nelson Freitas, e o comediante Maurício Meirelles compondo o elenco, algumas cenas do filme brasileiro "Tração", com previsão de lançamento para o ano que vem, estão sendo gravadas em Campinas.  

O longa-metragem é o primeiro do país baseado em uma história de moto velocidade, e é dirigido por André Luiz Camargo, natural de Americana. A ideia de falar sobre o universo das motos tem relação com a vida real do diretor. 

"Eu fui piloto de motocross na década de 90 e parei em 2001 mais ou menos. Eu estou resgatando de certa forma duas paixões da minha vida, que é o cinema e o motocross. Estou unindo essas duas paixões", relata. 

As cenas estão sendo gravadas em uma empresa que fica no Cambuí, em Campinas, e que aparecerão ao final do filme. As gravações seguem todos os protocolos de segurança, em que o uso de máscara e álcool em gel é indispensável, principalmente para a equipe técnica. 

"O elenco a gente tem que testar sempre antes da filmagem. Não tem como eles usarem máscara porque eles estão em cena, mas toda a equipe técnica está tomando todos os cuidados, álcool em gel e usando máscara. Esses cuidados é o mínimo que a gente pode fazer para proteger as pessoas desse momento que a gente está vivendo", completou Camargo. 

A TRAMA 

O filme conta a história de um grupo de pilotos de moto que será convidado para participar de uma competição que inclui diversas modalidades. A partir daí, conflitos, intrigas, perseguições, elementos surpresas e muita adrenalina farão parte da trama. 

O elenco conta com grandes nomes como Marcos Pasquim, Nelson Freitas, Mauricio Meirelles, André Ramiro, Paola Rodrigues e Bruna Altieri, entre outros.  

"Eu faço o Ajax, ele é o dono da equipe de motociclistas que participa das competições. No filme eu sou viúvo, tenho uma filha que faz parte também, e que eu não deixo andar de moto porque a mãe dela morreu de uma forma trágica", relata Marcos Pasquim. 

Como comediante, Maurício Meirelles promete ser o personagem que distrai a trama com o bom humor. "Eu acho que o trabalho do ator, embora eu seja um comediante, é viver algo que ele nunca viveu. A galera fala umas paradas e eu fico 'claro', mas eu nem sei o que eles estão falando", comenta.

Mais do ACidade ON