Aguarde...

Lazer e Cultura

Núcleo Ponte abre inscrições para oficina voltada à comunidade trans

Projeto Identidade e Expressão foi viabilizado com recursos da Lei Aldir Blanc e terá aulas virtuais e gratuitas do 1º módulo em março deste ano

| ACidadeON Campinas

Inscrições vão até o dia 2 de março 

O Núcleo Ponte - Pesquisa e Produção Cênica, grupo artístico de Campinas, abriu inscrições para a primeira turma das oficinas do projeto Identidade e Expressão, totalmente voltado para a comunidade trans.

As inscrições são gratuitas e ficam abertas até dia 2 de março, com número limitado de participantes. Para se candidatar a uma das vagas, é necessário que a pessoa se autodeclare transexual, travesti ou não-binárie, e que preencha um formulário disponível no perfil do Núcleo Ponte no Instagram.

Neste primeiro módulo, o grupo propõe um caminho de auto-observação e autoconhecimento corporal para ajudar na busca e construção da própria identidade, "que acontece de forma contínua e permanente, seja nos momentos cotidianos, seja em contextos artísticos, terapêuticos, educacionais, culturais, etc", afirma a atriz Carolina Baraglio, uma das idealizadoras do Núcleo Ponte.

As oficinas também serão compostas por exercícios que estimulem a expressividade de cada participante e atividades de criação e improvisação cênica. "Criaremos ao final de todas as oficinas pequenos registros audiovisuais que se transformarão em um vídeo curto para apresentação em um Sarau Virtual", explica a atriz.

Este primeiro módulo terá cinco oficinas, com cerca de 2h de duração cada, nos dias 04, 11, 18, 25 e 27 de março.

Entre os elementos que vão ajudar a compor a didática durante as aulas, estão incluídas explorações sobre o universo mitológico, uso de referências escritas, produzidas e interpretadas por pessoas trans e acesso a filmes, documentários e séries relacionados ao eixo temático.

Segundo Carolina, serão permitidas inscrições de pessoas de todo o Brasil. "Queremos que todes tenham essa oportunidade e sabemos que o acesso à internet de qualidade ainda é um obstáculo para muita gente", explica. "Para aqueles que tiverem esta limitação, pedimos para que nos informem no próprio formulário e estudaremos cada caso individualmente".


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON