Aguarde...

Morre físico pioneiro e líder do Projeto Sirius de Campinas

O engenheiro e físico Ricardo Rodrigues era líder da equipe que estava finalizando a construção dos aceleradores do Sirius

Da Redação | ACidade ON Campinas

Em janeiro de 1985 um grupo de pesquisadores, liderados por Ricardo Rodrigues, viaja para o Stanford Synchrotron Radiation Laboratory (SSRL) da Universidade de Stanford (EUA) para desenvolver o projeto conceitual de uma fonte de luz síncrotron para o Brasil. A foto mostra, da esquerda para a direita: Helmut Wiedemann (pesquisador do SSRL) e os pesquisadores Liu Lin, Helio Tolentino e Ricardo Rodrigues. 1/5
Ricardo Rodrigues (na frente à esquerda) e integrantes do LNLS na sala de controle da fonte de luz síncrotron UVX, pouco depois da primeira volta dos elétrons no acelerador, em maio de 1996 1/5
Ricardo Rodrigues participa das comemorações pela primeira volta dos elétrons nos aceleradores do Sirius, em 22 de novembro de 2019 1/5
Ricardo Rodrigues foi Líder da Divisão de Engenharia do LNLS e Coordenador dos Aceleradores do Sirius, nova fonte de luz síncrotron de última geração, em fase de finalização no CNPEM (Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais), em Campinas (SP) 1/5
Primeira fonte de luz síncrotron do Hemisfério Sul, nomeada UVX, foi construída no Brasil e inaugurada em 1997, sob coordenação técnica de Ricardo Rodrigues. Esteve em funcionamento até 2019, tendo sido desligada para dar lugar ao Sirius 1/5