Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

onlist

Especialista dá quatro dicas para motivar alunos em sala de aula

O professor compete sua atenção com a tecnologia, histórias interessantes de amigos e colegas de sala, entre outros fatores

| ACidadeON/Campinas

Alunos de sala de aula 

Manter alunos atentos e motivados em sala de aula não é uma tarefa fácil. O professor compete sua atenção com a tecnologia (celulares, tablets e outros dispositivos), histórias interessantes de amigos e colegas de sala, entre outros fatores que possam dispersar os olhares atentos.

A especialista em Educação para Nativos Digitais do Instituto Brasileiro de Formação de Educadores IBFE, Escola de Educação da Unità Faculdade, Carolina Defilippi, explica que os alunos podem ter metas de aprendizagem ou simplesmente metas de rendimento.

"A motivação para a geração digital depende de autonomia, excelência e propósito. Discutir estratégias para que educadores proporcionem mais atividades com satisfação intrínseca à própria atividade e tenham menos necessidade de dar compensações extrínsecas no processo de ensino-aprendizagem é uma forma de motivar seus alunos", afirma.


Dessa forma, para que um estudante se interesse pela aula, aprenda com prazer e tenha comportamentos adequados em sala, motivação é essencial. Confira quatro práticas que são fundamentais no papel do professor para que isso ocorra:

1. Construa relações de confiança e suporte em sala de aula: Se o aluno sabe que o professor está ali para apoiá-lo e não apenas para julgá-lo, o aprendizado se torna um processo mais tranquilo. O professor pode e deve conversar individualmente com o aluno sempre que necessário.

2. Aplique tarefas em que o aluno possa se sair bem: Quando o aluno experimenta o sucesso, ganha autoconfiança para continuar a buscar o conhecimento. Se ele só tem fracassos em seus projetos, provavelmente desistir será uma de suas opções.

3. Procure relacionar as tarefas com a rotina do aluno: Quanto mais ele vir a aplicação daquele conteúdo na prática, mais relevante aquilo será e mais motivado ficará para aprender.

4. Deixe-o participar: Deixe o aluno criar com você a experiência do aprendizado. Quanto mais protagonista no processo ele for, mais motivado estará. Pedir para o aluno trazer de casa uma pesquisa sobre o assunto que será tratado em aula ou perguntar de tempos em tempos qual é o assunto que desperta interesse entre eles, trará uma grande motivação. Por exemplo, imagine a satisfação do aluno se, um dia no semestre, ele puder falar de vídeo game e o professor relacionar a um conteúdo acadêmico?

Veja também