Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Política

Câmara aprova bônus para professores da rede municipal

Prêmio é de até três salários mínimos; oposição questiona critérios para concessão do benefício

| ACidadeON Campinas

Câmara de Campinas. Foto: Divulgação/Câmara de Campinas 


A Câmara de Campinas aprovou nesta quarta-feira (27), em segunda discussão, o Projeto de Lei do Executivo que garante o pagamento de um bônus de até três salários para professores da rede pública da cidade. A previsão, agora, é pagar a bonificação até o dia 30 de janeiro do próximo ano.

O projeto foi aprovado por unanimidade.

O prêmio foi anunciado no dia 15 de outubro e foram destinados R$ 3,7 milhões para o projeto. Atualmente a rede conta com 2.525 professores que atuam na educação infantil, fundamental e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

O bônus pago vai levar em conta a análise do profissional entre 1º de outubro de 2019 e 30 de setembro de 2019. Será excluído automaticamente quem teve punição por infração disciplinar, possuir mais de três faltas injustificadas e mais de 30 dias de afastamento por saúde.

Parlamentares de oposição criticaram a proposta dizendo que ela é criteriosa demais para conceder o bônus. Para receber os três salários, por exemplo, o profissional não pode ter nenhum afastamento por atestado de saúde de outubro do ano passado até setembro deste ano.

"É completamente injusto. Afatsamento por saúde são muito comuns. Não tem cambimento", disse Pedro Tourinho PT. Ele, Gustavo Petta (PCdoB) e Mariana Conti (Psol) elaboraram emendas para modificar os critérios, mas elas foram todos rejeitadas.

CONFIRA AS REGRAS PARA O BÔNUS

PARA RECEBER OS TRÊS SALÁRIOS

- Não possuir falta injustificada no período apurado;
- Precisa estar sem afastamentos por atestado de saúde;
- Ter ingressado no serviço público até 31/12/2009.

PARA RECEBER OS DOIS SALÁRIOS

- Não possuir falta injustificada no período apurado;
- Ter até 15 dias de atestado;
- Ter ingressado no serviço público até 31/12/2014;

PARA RECEBER UM SALÁRIO

- Possuir, no máximo, uma falta injustificada;
- Ter até 30 dias de atestado;
- Ter ingressado no serviço público até 30/09/2018. 


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON