Aguarde...

Política

Câmara encerra 2019 em sessão calma e com papel picado

Doação de áreas do município para a União investir em Viracopos foi aprovada; projetos sobre coleta de óleo e scannner em bancos saíram da pauta

| ACidadeON Campinas

Vereadores fizeram chuva de papel picado no fim da sessão (Foto: Divulgação)

A Câmara de Campinas realizou nesta quarta-feira (11) sua última sessão ordinária do ano - dessa vez sem polêmicas ou grandes debates.

Os vereadores aprovaram de forma definitiva o projeto de lei do Executivo que autoriza a Prefeitura a doar diversas áreas do Jardim Guayanilla para União, para expansão do Aeroporto Internacional de Campinas.

A União deverá dar o devido destino a estes espaços no prazo de cinco anos, contados da publicação da lei, o que deve ocorrer logo após a sanção do prefeito Jonas Donizette, para a qual o PL será agora encaminhado. Caso não atenda ao prazo, estas áreas serão revertidas para o município.

Também estavam previstas para a noite de hoje as votações de dois projetos em segunda análise - a criação de programa de coleta de óleo de cozinha e a obrigatoriedade de scanner corporal em bancos , que foram adiadas.

A pedido do vereador Cidão Santos (Pros) 0 autor do primeiro PL e um dos autores do segundo - foi retirado o pedido de urgência de ambas as propostas. Assim, elas foram retiradas da pauta. 

A Câmara agora retoma suas atividades no plenário no dia 3 de fevereiro de 2020.

Mais do ACidade ON