Aguarde...

Política

Vereadores aprovam 19 projetos e 10 moções nesta quinta-feira

Entre as moções seis tratavam de matérias relacionadas ao enfrentamento do novo coronavírus

| ACidadeON Campinas

Sessão ocorreu na manhã desta quinta-feira (Foto: Divulgação) 

Os vereadores de Campinas aprovaram todos os itens da pauta das 13 reuniões extraordinárias realizadas por Sistema de Deliberação Remota na manhã desta quinta-feira (09).

Foram votados 19 projetos de lei, dez moções e três requerimentos. Mesmo votando de forma online, o vereador Zé Carlos (PSB), presidente da Comissão Permanente de Política Urbana da Câmara de Campinas, esteve no plenário para acompanhar as deliberações.

Entre as moções seis tratam de matérias relacionadas ao enfrentamento do novo coronavírus. O vereador Carmo Luiz (PSC), por exemplo, apela ao governador João Doria (PSDB) para sancionar um projeto aprovado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo que concede auxílio emergencial às mulheres vítimas de violência doméstica.

Moção de autoria Mariana Conti (Psol) apela à Reitoria da Unicamp para garantir testes de covid-19 e equipamentos de proteção individual para os profissionais da universidade que estão na linha de frente do combate à pandemia, bem como o afastamento de funcionários que compõem o grupo de risco.

Já Carlão do PT apela ao governo paulista para permitir, durante o período de quarentena, que o registro de ocorrência de violência doméstica e familiar contra a mulher, crimes praticados contra criança, adolescente e idoso possam ocorrer por meio da internet ou de número de telefone de emergência, bem como sobre a oitiva da ofendida em seu domicílio. Carlão do PT também apela pela viabilização de auxílio emergencial aos motoristas do transporte escolar.

Paulo Galterio (PSB) apela à Câmara de Deputados para que apresente um projeto de lei que estabeleça a suspensão de cobrança de financiamentos de veículos automotores utilizados como vans escolares, enquanto perdurar a vigência do estado de calamidade pública.

Nelson Hossri (PSD) apela ao CEO da empresa Latam, Jerome Cadier, que não sejam aplicadas medidas permanentes de diminuição dos salários ou restrições definitivas de direitos trabalhistas aos funcionários da companhia aérea.

Já a moção, de autoria de Jorge da Farmácia (PSDB) apoia a CCR AutobAn pela doação de máscaras que permitem a leitura labial por deficientes auditivos.

Mais do ACidade ON