Aguarde...

Política

Após racha, PSDB segue com Jonas na Câmara até o fim do ano

Vereadores tucanos afirmaram que seguirão convenção do partido, mas manterão apoio ao governo atual como forma de garantir governabilidade

| ACidadeON Campinas

O vereador Marcos Bernardelli (PSDB) (Foto: Divulgação/Câmara de Campinas) 

Após o anúncio do rompimento do PSDB com o partido do prefeito Jonas Donizette (PSB) para apoiar politicamente a candidatura do deputado estadual Rafa Zimbaldi (PL), os vereadores tucanos de Campinas disseram que manterão a aliança com a atual Administração como forma de sustentar a "governabilidade" no Legislativo até o fim do ano.

A decisão de sair do governo após oito anos foi tomada na segunda-feira (14). O PSDB também entregou os cargos de três secretários que eram indicação do partido - Gestão (Afonso Celso Moraes Sampaio Neto), Segurança Pública (Luiz Augusto Baggio) e Esporte (José Abrahão Jr.), além do presidente da Ceasa (Wander de Oliveira Villalba).

O presidente da Câmara, Marcos Bernadelli (PSDB), importante aliado de Jonas, afirmou que pretende obedecer a decisão do partido, mas que "em hipótese alguma" haverá mudança no posicionamento dele em relação ao governo atual.

"Uma coisa é situação de governo, outra coisa é situação eleitoral. Vamos cumprir a deliberação do partido e continuar com a questão de governabilidade. Temos esse compromisso".

O verador Jorge da Farmácia também afirmou que "não vai virar oposição" e que a decisão do PSDB é somente eleitoral. "Acredito que a minha posição é continuar sendo base do Jonas sem problema algum. Não tem nada contra o governo Jonas. Fomos base até agora e vamos permanecer", disse.

Já o vereador Luiz Cirilo afirmou que os bons projetos devem continuar sendo discutidos e votados e que é "político de partido". "Continuo na posição de base do governo jornas. Voto não só como governo, mas pelos bons e importantes projetos para a cidade. Sempre votei desta maneira", disse.

Mais do ACidade ON