Aguarde...

Política

Justiça nega pedido de Wandão e Dário para ajudar na impugnação de Hélio

O juiz afirmou que o pedido tem um interesse político e por isso não poderia ser aceito

| ACidadeON Campinas

Wandão (PSB) e Dario Saadi (Republicanos) (Foto: Reprodução) 

A Justiça Eleitoral de Campinas não atendeu ao pedido da coligação Prontos pra Campinas, formada por PSB, Republicanos, Democratas, PSL e MDB, que tem Dário Saadi (Republicanos) e Wandão (PSB) como candidatos a prefeito e vice, para ser auxiliar na ação de impugnação da candidatura de Dr. Hélio (PDT).  
 
LEIA MAIS 
Confira a agenda dos candidatos à Prefeitura nesta terça
 
Conheça as medidas de segurança contra covid-19 para o dia da votação

De acordo com o juiz Fabio Varlese Hillal afirmou, em sua sentença, que o pedido tem um interesse político e não apenas jurídico, por isso não poderia ser aceito.

"A Coligação autora do pedido de assistência tem, sim, um interesse político em que a candidatura não seja registrada, haja vista que o candidato Hélio de Oliveira Santos é seu concorrente na eleição majoritária, mas não há relação jurídica entre as partes nem o registro da candidatura de Hélio de Oliveira Santos interferirá de algum modo na esfera jurídica da pretensa assistente. Registrada ou não a candidatura, isso não afeta o registro dos candidatos da Coligação que agora pretende assistir o Ministério Público", disse.

Na semana passada, o MPE (Ministério Público Eleitoral) ajuizou um pedido de impugnação da candidatura do Dr. Hélio. O motivo foi a reprovação das contas da Prefeitura de Campinas enquanto ele foi prefeito da cidade.

Segundo o MPE, nos exercícios de mandato 2007/2008, e 2009/2012, teve suas contas julgadas irregulares pelo TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo).

A coligação Prontos pra Campinas foi procurada e informou que não irá comentar a decisão.

Mais do ACidade ON