Aguarde...

Política

Justiça Federal condena ex-prefeito de Americana a pagar R$ 333 mil

A Procuradoria usou o custo por eleitor definido para o estado de São Paulo em uma eleição de 2012

| ACidadeON Campinas

Diego De Nadai, ex-prefeito de Americana (Foto: Divulgação) 

A Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Americana, Diego De Nadai a pagar cerca de R$ 333 mil para a União dos gastos com a eleição suplementar de dezembro de 2014.

A ação foi movida pela Procuradoria-Regional da União da 3ª Região e o valor exato a ser pago é de R$ 333.078,24. O ex-prefeito afirmou que vai recorrer.

Eleitos em 2012 pela segunda vez, De Nadai e o vice tiveram o mandato cassado em 29 de maio de 2014 e por isso a eleição suplementar foi necessária.

Para chegar ao valor, a Procuradoria usou o custo por eleitor definido para o estado de São Paulo em uma eleição de 2012.

"Os mesários são voluntários, a alimentação quem banca é a prefeitura! Qual gasto teve a União? A meu ver qualquer ressarcimento, se houver, deve ser feito para a prefeitura e não para a União", afirmou o ex-prefeito à EPTV.

Mais do ACidade ON