Publicidade

politica

Bolsonaro diz se orgulhar por ter dado perdão a Daniel Silveira

Ele também voltou a sugerir que a Corte protagoniza um processo de corrosão das liberdades individuais no País

| Estadao Conteudo -

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 28, que está "orgulhoso" do perdão concedido ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), que menos de 24 horas antes do decreto havia sido condenado à prisão pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Ele também voltou a sugerir que a Corte protagoniza um processo de corrosão das liberdades individuais no País.

"Isso que eu fiz perdão não é apenas para aquele deputado, é para todos vocês. A nossa liberdade não pode continuar sendo ameaçada. Me senti orgulhoso e feliz comigo mesmo com a decisão tomada", disse o presidente em cerimônia de entrega de títulos de terra no município de Paragominas (PA).

Para justificar o perdão concedido ao parlamentar, Bolsonaro também repetiu em seu discurso que Silveira estava sendo injustiçado ao receber pena de 8 anos e 9 meses de prisão por insuflar agressão a ministros do STF e pedir o fechamento da instância máxima do poder Judiciário, o que configura atentado contra a democracia.

Mais notícias


Publicidade