Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Eleições

Suposta modificação em questionário do Ibope em reta final do primeiro turno não é verdadeira

Após divulgar nova pesquisa eleitoral nesta segunda (1º), o filtro utilizado pelo Ibope foi questionado nas redes sociais

| FOLHAPRESS

Título de eleitor (Foto: Marcello Casal Jr/ABr)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após divulgar nova pesquisa eleitoral nesta segunda (1º) em que mostra evolução de Jair Bolsonaro (PSL) e estagnação de Fernando Haddad (PT), o filtro utilizado pelo Ibope foi questionado nas redes sociais.  

O cientista político Alberto Almeida, em sua conta no Twitter, afirmou que o instituto não entrevistou pessoas que não votaram na última eleição. Por este motivo, segundo Almeida, os resultados não são comparáveis e acabam alterando a constância dos resultados.  

"Viés toda pesquisa tem, o importante é que seja constante. As modificações realizadas pelo Ibope entre as duas últimas pesquisas alteram a constância do viés", diz o tuíte. De acordo com o Ibope, a modificação que Almeida diz ser feita em reta final das eleições de 2018 é realizada desde 2014 e considera eleitores votantes, contabilizando a média histórica de abstenções.  

Além disso, Alberto Almeida também questiona os padrões diferentes utilizados pelo instituto em pesquisas para Globo e a Confederação Nacional da Indústria (CNI).  "Ambas representam o eleitorado brasileiro e seus resultados foram comparados pois os dados são consistentes e não há diferenças significativas entre eles", afirma o instituto em nota.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON