Aguarde...

Esse ano votaremos nos

Eleições

Suplente de vereador morre após ser baleado em Sumaré

Edmar Santana, de 37 anos, era cabelereiro e candidato a vereador, ele foi eleito suplente ontem

| ACidadeON Campinas

Edmar tinha 37 anos e era candidato a vereador (Foto: Redes Sociais)

O eleito suplente de vereador, Edmar Santana (Patriota), de 37 anos, morreu na noite de ontem (15) após ser baleado em Sumaré.

Segundo a Policia Militar, Edmar e o tio foram baleados por volta das 22h30 na Rua Ângelo Luís Quaglio, no Jardim Ipê. O atirador seria um homem que andava a pé e cobria o rosto com uma camiseta, se aproximou dos dois e efetuou os disparos.

De acordo com familiares, o candidato estava acompanhando a apuração de votos, mas decidiu ir embora por causa da demora, e foi até uma adega da família onde encontrou o tio. Lá os dois foram baleados. Esse é o segundo caso de atentado contra candidatos da cidade. Na última quinta-feira (12), um guarda municipal, candidato pelo PSB também foi baleado.

Segundo a família, Edmar teria levado dois tiros na cabeça, ficou em coma no Hospital Estadual de Sumaré, mas não resistiu e veio a óbito por volta das 3h da manhã. O tio foi atingido por seis tiros, e continua internado.

O caso foi registrado no Plantão de Sumaré como homicídio simples tentado, porque até a hora do registro a vítima não havia morrido. O caso será investigado pela Policia Civil, e ainda não há suspeitos identificados.

Edmar era candidato a vereador, e pela apuração do TSE teria sido eleito ontem (15) como suplente. Ele era dono de um salão de cabeleireiro da cidade.

Mais do ACidade ON