Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Especial Névio Archibald

Salários na Prefeitura podem atrasar? Jonas não confirma nem desmente

O prefeito foi questionado sobre o tema e afirmou que na próxima semana a Secretaria de Recursos Humanos deve ter uma posição

| ACidadeON Campinas

Salários de servidores devem ser atrasados. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

O fantasma do atraso salarial na Prefeitura de Campinas neste fim de ano voltou a assombrar os servidores públicos. Boatos sobre não haver pagamento no dia 30 (ou no dia 28, que seria mais lógico) permeiam os corredores do Palácio dos Jequitibás. 

O prefeito Jonas Donizette (PSB) foi questionado sobre o assunto durante uma coletiva de imprensa na tarde deste quinta-feira (13). O mandatário de Campinas não confirmou o atraso, mas também não desmentiu os boatos - afirmou apenas que na próxima semana haverá uma posição da Secretaria de Recursos Humanos. "Isso está sendo definido pela Secretaria de Recursos Humanos, que deve ter uma posição até a próxima semana", disse o prefeito.

ESCALA

Nos bastidores, o que se diz é que o pagamento será feito no dia 14 de janeiro. Porém, pode haver um escalonamento de salários, e quem ganha menos pode receber antes.  
 
LEIA TAMBÉM 
Sexta-feira quente e com risco de temporais em Campinas
Câmeras com reconhecimento facial passam a ser testadas
Mulher que matou estudante a facadas é condenada a 18 anos


NO 13º

O atraso no pagamento do 13º salário dos servidores ativos e inativos foi confirmado no dia 29 de novembro. De acordo com a nota oficial publicada no site da Prefeitura, a primeira parcela será paga no dia 14 de dezembro e a segunda parcela no dia 24 de janeiro. Tradicionalmente, o pagamento é feito em 30 de novembro e 20 de janeiro.

NÃO É A PRIMEIRA VEZ

Em 2016 os servidores tiveram o mesmo presente de Natal. No dia 28 de dezembro daquele ano, a Prefeitura anunciou que não haveria pagamento no dia 30. Essa ação em 2016 foi muito mais surpreendente do que neste ano, já que há dois anos Jonas havia se reeleito e um dos carros-chefes da campanha era justamente o fato dele ter colocado as contas de Campinas em ordem.   

Obviamente isso foi desmentido logo depois da eleição, já que nos meses de outubro e novembro os salários não foram pagos em dia.

SEM DINHEIRO?

Em 2016 a Prefeitura divulgou que os depósitos iriam ocorrer no dia 4 de janeiro, com pagamento integral apenas aos servidores que ganham até R$ 5,4 mil. Os que recebem mais que isso teriam os salários parcelados e quitados com uma segunda parcela, no dia 12. A explicação oficial sempre foi a de que a cidade entrou numa crise causada pela queda na arrecadação depois de 2014.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON