Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Especial Névio Archibald

"Que bom", diz líder de governo sobre nova investigação contra Jonas

Luiz Rossini (PV) defendeu nova ação do MP contra o prefeito após relatório de comissão processante pedir sua absolvição no Caso Ouro Verde

| Especial para ACidade ON

O vereador Luiz Rossini (Foto: Divulgação/Câmara de Campinas) 

O líder de governo na Câmara de Campinas, Luiz Carlos Rossini (PV), fez uma ampla defesa da gestão de Jonas Donizette (PSB) na Câmara, pouco depois da divulgação do relatório que inocenta o prefeito no Caso Ouro Verde.

Rossini disse que não houve "maracutaia" no contrato da Rede Mário Gatti com uma empresa que teria o presidente da Sanasa, Arly de Lara Romeo, na diretoria. Ao citar a investigação do Ministério Público neste caso, disse que acha bom. "Eu fiquei sabendo agora que o Ministério Público abriu investigação. Que bom. Porque esclarece toda a qualquer dúvida no processo."

Segundo Rossini, ao contratar o Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (Cejam), a comissão de licitação identificou que Arly pertencia à diretoria e solicitou informações. A empresa informou que o presidente da Sanasa não participava mais desde setembro do ano passado.

A Cejam foi contratada para o fornecimento de serviços médicos no Hospital Ouro Verde por R$ 1,6 milhão. O contrato foi assinado no dia 11 de dezembro de 2018.

"Durante o certame já foi identificado o nome do Arly. Como determina a Legislação, foi feita uma diligência e a comissão de licitação pediu esclarecimentos à respeito. Foi encaminhado um documento que o Arly não era mais presidente. Após a análise jurídica, o procedimento seguiu normal e a Cejam foi vencedora", disse Rossini.

O líder de governo ainda elogiou a criação da Rede Mário Gatti. "Infelizmente as coisas não funcionam de um dia para o outro", disse.

O vereador Carlão do PT rebateu o colega na tribuna e disse que Jonas está na Administração desde 2013. "A população que deve estar errada porque o negócio está ruim. Essa gestão está desde 2013. A gestão da Saúde em Campinas está na porta do cemitério", afirmou.

CASO OURO VERDE

O relatório da Comissão Processante que investigou o Caso Ouro Verde e a responsabilidade de Jonas, escrito por Gilberto Cardoso, o Vermelho (PSDB) inocentou Jonas. Integrantes da base governista aproveitaram para usar a tribuna ontem e voltar a fazer elogios a atual gestão. 

A sessão de julgamento começa nesta terça, às 17h. O vereador Marcelo Silva (PSD), como autor da denúncia, não participa da sessão nem da votação. Ele será substituído pelo suplente Angelo Diniz (PSD), o Chinês.

Todo o relatório será lido e a previsão é que esse processo dure até quatro dias. Após a leitura, os vereadores podem usar a tribuna, na sequência, os parlamentares votam se acompanham ou não o relatório de Vermelho.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON