Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Especial Névio Archibald

Deputado do Novo fica com auxílio-moradia e causa confusão

Deputado Alexis Fonteyne, que declarou R$ 28 milhões em bens, não abriu mão do auxílio-moradia; ele tem medo de elitizar ainda mais o partido

| ACidadeON Campinas

Alexis Fonteyne causou uma rusga ideológica no Novo de Campinas (Foto: Divulgação/Rede Social) 

O partido Novo de Campinas teve sua primeira grande rusga ideológica. Isso porque o deputado federal Alexis Fonteyne, de Campinas, não abriu mão do auxílio-moradia, o que tem incomodado seus correligionários. Nos grupos de WhatsApp do partido ele teve que dar explicações.   

Auxílio-moradia é o reembolso das despesas com estada ou moradia no Distrito Federal. Os deputados que não ocupam um dos imóveis funcionais da Câmara têm direito ao benefício e devem comprovar suas despesas por meio de notas fiscais ou recibos. O limite pago é de R$ 4.253,00

Nas redes sociais o deputado, seus familiares e os trabalhadores do gabinete começaram a ser agredidos por conta do assunto. O parlamentar nunca assinou o pacto do partido de abrir mão do benefício. 

"Com muita humildade li as críticas, refleti, fiz autocrítica, me aconselhei e chego à conclusão de que tomei a decisão mais acertada. Não podemos impor condições aos futuros deputados que talvez não possam arcar com esta despesa. Corremos o risco de elitizar ainda mais o processo seletivo do Novo, direcionando apenas aqueles que são mais ricos e que podem abrir mão do auxílio-moradia. Faz parte da democracia a diversidade", disse o deputado em nota oficial distribuída em grupos.

Alexis Fonteyne conquistou 45.298 votos e foi eleito deputado federal pelo Novo em 2018. Sua declaração de bens somou a quantia de R$ 28.802.788,01.

Mais do ACidade ON