Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Especial Névio Archibald

Deputado do Novo recua e abre mão do auxílio-moradia

Alexis Fonteyne, que tem quase R$ 30 milhões em bens, afirmou que precisava do auxílio para cobrir despesas

| ACidadeON Campinas

Alexis Fonteyne abriu mão do auxílio-moradia (Foto: Rede Social) 

O deputado federal de Campinas, Alexis Fonteyne (Novo), recuou e vai abrir mão do auxílio-moradia. O parlamentar descumpriu as regras partidárias desde que assumiu seu cargo e causou diversos entraves ideológico entre seus pares. A partir de agora aceitar direitos como o auxílio-moradia será considerado infidelidade partidária, de acordo com a resolução 24/2019.

"O partido recomendou que todos os eleitos abrissem mão do auxílio-moradia, mas não havia uma 'obrigação'. Por vários motivos que já explicitei em declarações anteriores decidi utilizar parte do auxílio para reembolso de despesas com aluguel de um flat para dormir na cidade onde trabalho, mas não resido", afirmou.

Auxílio-moradia é o reembolso das despesas com estada ou moradia no Distrito Federal. Os deputados que não ocupam um dos imóveis funcionais da Câmara têm direito ao benefício e devem comprovar suas despesas por meio de notas fiscais ou recibos. O limite pago é de R$ 4.253,00.

"Tomo essa decisão consciente de que não infringi qualquer regra ou determinação partidária anterior e que usei os recursos em função da necessidade, que não se extinguiu e cuja fundamentação é pública", justificou.

Alexis Fonteyne conquistou 45.298 votos e foi eleito deputado federal pelo Novo em 2018. Sua declaração de bens somou a quantia de R$ 28.802.788,01.

Mais do ACidade ON