Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Especial Névio Archibald

Projeto de escola militar em Campinas movimenta a Câmara

O parlamentar Gustavo Petta (PCdoB), presidente da Comissão de Educação, pediu diversos esclarecimentos por parte da Administração

| ACidadeON Campinas

(Foto: Luis Fortes/MEC-divulgação) 

A intenção do Prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), em aderir ao programa do governo federal de Escolas Cívico Militar já está dando o que falar na Câmara. Teve vereador que já está pedindo explicações pra Jonas sobre o assunto.

O parlamentar Gustavo Petta (PCdoB), presidente da Comissão de Educação e Esportes da Câmara, protocolou nesta quarta-feira (9) um requerimento onde exige diversos esclarecimentos por parte da Administração.

Petta quer saber se haverá consulta pública, se a Câmara, Conselho de Educação, Fórum Municipal de Educação e Conselho de Escolas serão consultados, além de querer entender o critério para a seleção das escolas.

A PROPOSTA

O governo quer que 216 escolas adotem o modelo de gestão cívico-militar até 2023. Serão gastos R$ 54 milhões só no próximo ano. Cada escola receberá R$ 1 milhão para adequações de infraestrutura.

O modelo prevê a atuação de equipe de militares da reserva no papel de tutores -diferente das escolas militares, que são totalmente geridas pelo Exército.

Mais do ACidade ON