Aguarde...

Especial Névio Archibald

Jonas perde 4 secretários para eleições; diretores são promovidos

Comissionados dirigentes de pastas concorrerão às eleições neste ano; prazo para desincompatibilização é até a próxima quinta (4)

| Especial para ACidade ON

Wandão deve ser o candidato de Jonas nas eleições municipais (Foto: Divulgação)

O prefeito Jonas Donizette (PSB) exonerou quatro secretários de seu governo para que eles possam concorrer a cargos públicos nas eleições deste ano. Os nomes são dos secretários do Verde, Rogério Menezes (PV); de Esportes, Dário Saadi (Repub); de Desenvolvimento Econômico, André Von Zuben (Cidadania) e de Relações Institucionais, Wanderley de Almeida (PSB). O último é cotado para ser candidato a prefeito e sucessor de Jonas no Palácio dps Jequitibás.

Com a mudança, assumem nos lugares os diretores das pastas, mantendo a estrutura do quadro atual das secretarias. A publicação da exoneração será publicada amanhã no Diário Oficial.

O motivo da publicação é que o prazo previsto para a desincompatibilização acaba na quinta-feira (4). Conforme calendário eleitoral estabelecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), secretários que concorrerem a cargos de prefeito e vice devem deixar seus cargos quatro meses antes das eleições. Embora haja possibilidade de adiamento por conta da pandemia do novo coronavírus, o primeiro turno está por enquanto mantido para 4 de outubro.

Com isso, assumem Andrea Struchel, na Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; Marcos Lena, na Secretaria de Relações Institucionais; Alexandra Capriolli, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo e José Abrahão Júnior, em Esportes e Lazer.

Em nota oficial, o prefeito agradeceu aos quatro "pelos trabalhos prestados e deseja boa sorte aos novos integrantes de sua equipe de governo".

TESTE

Wandão, inclusive, participou pela última vez, nesta terça-feira (2), das lives realizadas pelo prefeito Jonas para falar de medidas no enfrentamento ao novo coronavírus.

Wandão já havia conduzido outras duas lives, sem a presença do prefeito, há duas semanas. Na ocasião, a alegação era que Jonas estava cansado e tinha outros compromissos. Fontes ligadas ao PSB, no entanto, confirmaram à coluna que a intenção é, de fato, "treinar" Wandão para aparições em público e reforçar sua imagem junto ao eleitorado.

O nome de Wandão é único no PSB cotado para substituir Jonas no Palácio dos Jequitibás - seu vice, Henrique Magalhães Teixeira, também corre por fora. Uma aliança entre PSB e PSDB é dada como certa, mas ainda não se sabe de que partido será o candidato a prefeito e de quem será o vice.

MEDIADOR

Na live desta terça (2), Wandão atuou como uma espécie de mediador entre Jonas e o secretário de Saúde, Carmino de Souza. Fez perguntas ao secretário e adicionou alguns comentários. A presença de secretários e presidentes de órgãos da administração indireta tem sido frequente nas lives de Jonas - cada um é convidado para comentar medidas em sua área. Ninguém explicou, no entanto, porque o secretário de Relações Intitucionais (um papel que consiste em funções administrativas e costura acordos políticos nos bastidores) foi falar de Saúde...

INSATISFAÇÃO

A live também foi marcada pela insatisfação do prefeito com o sistema para o cadastro de comerciantes no curso on-line que os credencia para reabrir suas lojas a partir do dia 8. "Quero que isso seja simplificado. Não tô achando isso muito explicativo não", disse Jonas, enlouquecendo os assessores que tentavam mostrar como funciona o cadastramento em um telão.

Mais do ACidade ON