Publicidade

Blogs e colunas   -   alma inclusiva

Ações solidárias te convidam a dar um basta na fome

Coletivo Barbante faz videoclipe e entidades se juntam para doar refeições gratuitas no São Marcos, em Campinas

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Reprodução do videoclipe "Tem gente com fome", do Coletivo Barbante, lançado às 19h desta quinta (17)
Em março deste ano, escrevi: Pandemia trouxe de volta a exclusão e a fome na mesa de muitos brasileiros. É hora de ajudar! Passados três meses, a situação se agravou. Não à toa, o Coletivo Barbante, formado majoritariamente por alunos e ex-alunos do Instituto de Artes (IA) da Unicamp, lançou o videoclipe "Tem gente com fome", às 19h desta quinta-feira (17), em seu canal no YouTube.

O objetivo é despertar a atenção das pessoas para a campanha de financiamento coletivo "Se tem gente com fome, dá de comer!", cuja meta é angariar fundos para ações emergenciais de enfrentamento à fome, à miséria e à violência na pandemia da Covid-19. Essa ação é realizada pela Coalizão Negra por Direitos, Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, Associação Brasileira de Combate às Desigualdades, 342 Artes, Nossas - Rede de Ativismo, Instituto Ethos, Orgânico Solidário e pelo Grupo Prerrogativas. Assista ao videoclipe do Coletivo Barbante abaixo. 

De acordo com o texto do Coletivo Barbante no YouTube, "o Brasil está passando pela fase mais crítica de risco alimentar desde a abertura democrática, e, pela primeira vez em quase 20 anos, nós temos mais de 50% da nossa população em risco de passar fome (com uma quantidade considerável de pessoas já tendo de lidar com a subnutrição e a desnutrição)". Por isso, segundo o Coletivo, seus integrantes resolveram "unir forças com uma das muitas campanhas que estão surgindo para cumprir o papel de levar alimento a quem mais precisa".

O site da campanha nacional "Se tem gente com fome, dá de comer" é o www.temgentecomfome.com.br, que recebe contribuições de diversas faixas de valor. As doações serão revertidas em alimentos, produtos de higiene e de limpeza.  

PARA DOAR
Depósito em conta:
Instituto de Referência Negra Peregum
CNPJ: 11.140.583/0001-72
Banco do Brasil
Agência: 1202-5
Conta Corrente: 73.963-4

Chave PIX:
CNPJ - 11.140.583/0001-72  

Cozinha Solidária São Marcos 
Montagem com foto de Julia Giménez/Divulgação e logo do projeto "Cozinha Solidária São Marcos"
Na última segunda-feira (14), em Campinas, começou a distribuição de 200 refeições diárias na sede da Associação de Moradores do Vale do Sol destinados a moradores das comunidades Vale do Sol, Vila Paula e adjacências. Várias organizações estão envolvidas, como o Acampamento Marielle Vive!/ Valinhos (SP), o Movimento Sem Terra (MST) São Paulo, a CUT Campinas e a Frente Pela Vida. O projeto convida a todos a ajudar. O padre Antonio Rodrigues Alves, pároco da Paróquia São Marcos, enviou um vídeo ao Alma Inclusiva para explicar o projeto e sua importância. 

As famílias carentes da região do São Marcos estão recebendo refeições feitas por moradores do Acampamento Marielle Vive! Os interessados precisam morar na região, estar em situação de vulnerabilidade e realizar cadastro na sede da Associação Vale do Sol durante o período da manhã. O horário de distribuição da refeição é das 11h30 às 13h30. É necessário levar prato/talher/copo para servir e estar usando máscara devido à pandemia de Covid-19.  
 
O MST SP também fez um vídeo para falar sobre o projeto. Assista-o abaixo. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas pelo telefone da Paróquia São Marcos, o Evangelista: (19) 3246-2773 ou pelo Facebook do MST São Paulo. Para ajudar financeiramente o Cozinha Solidária São Marcos, basta fazer sua doação por meio de depósito bancário. Os dados estão abaixo.     

PARA DOAR
Depósito em conta: 
Antonio Rodrigues Alves
CPF: 019.540.665-62 
Banco Bradesco 
Agência: 1969-0
Conta Poupança: 10029139   

Chave PIX: 
Celular - (19) 99135-8282
 
 
Doar é um gesto de amor. Quem puder, escolha uma dessas duas ações ou as duas, ou uma que conheça, e faça a sua doação. Quem não puder fazer doação financeira, faça de alimentos ou até de roupas. Lembre-se que o inverno começa oficialmente no próximo dia 21. Aqueça o corpo e alma daqueles que precisam! Vamos evitar que pessoas sofram de fome e de frio. Viva a empatia, a solidariedade, o amor fraterno e a inclusão!


Sobre o Blogueiro

Alma Inclusiva

Nice Bulhões é jornalista, disléxica e mãe azul. Pantaneira, nasceu em Corumbá (MS) e mora em Campinas (SP) há mais de 20 anos. Passou por redações de jornais impressos nos dois estados e atualmente faz assessoria de imprensa. No blog, trata de assuntos referentes a todas as formas de inclusão.


Publicações


Facebook


Publicidade

Publicidade