Aguarde...

Como começar a observar aves no Circuito das Águas.

Vamos passarinhar. Observar aves promover a sustentabilidade e descobrir algumas maravilhas da natureza.

| ACidade ON - Circuito das Águas

Tucano Ramphastos toco voando
Qualquer pessoa pode praticar a observação de aves e não é preciso ir muito longe para isso: o Brasil é um dos países com maior diversidade de aves do mundo são mais de 1.900 espécies e a cada dia surgem novos roteiros e destinos específicos para observar aves. Na região do Circuito das Águas há várias trilhas e roteiros com uma enorme biodiversidade de aves, mais de 400 espécies.  

Nossa região tem capacidade para ampliar seus destinos eco turísticos entre passarinheiros e admiradores da fauna e flora e, assim, gerar renda, empregos e movimentar o comércio de forma sustentável.
Passarinhar tem vários benefícios para as pessoas e à sociedade em geral. É excelente atividade para a saúde mental e física, visto que além de ser um exercício durante o trajeto, traz os benefícios de se estar em contato com a natureza, proporcionando lazer e momentos de recreação, além de uma excelente forma para se trabalhar a educação ambiental e de se desenvolver uma atividade científica.  


Inicie a observação de aves em lugares próximos à sua casa, pode ser em praças, parques, ou quintais que sejam arborizados. No Circuito das Águas procure por parques, hotéis, pousadas, trilhas e locais que possuam boa vegetação ao redor, assim, suas observações tornem-se mais proveitosas.
O melhor horário para passarinhar é pela manhã, logo que o Sol nasce, ou após as 16h, quando o Sol está mais ameno. Devido nossa biodiversidade ser enorme e por termos, praticamente, o dia todo com a presença desses lindos animais e eles possuírem comportamentos bem variados, podemos observá-los, inclusive, a noite, como, por exemplo, as várias espécies de corujas e curiangos. Então, varie os horários de observações e amplie a sua lista de espécies.
Use roupas com cores neutras e amenas, como marrom claro, bege, verde ou, ainda, o camuflado. Não se deve usar roupas chamativas, com desenhos coloridos, com inscrições de marcas, etiquetas ou bordados, pois refletem à luz ultravioleta, que para as aves é visível e chama a atenção de forma errada. Aja com discrição, procure se manter em silêncio e tenha cuidado ao se movimentar.  


Com calma, atenção e paciência, procure os movimentos, os sons das aves, caminhe lentamente, pare, observe e escute as aves cantarem. Sim, escutar. Na maioria das vezes procuramos as aves pelos cantos, assim é mais fácil de achá-las e com o tempo passamos a identificá-las pelos seus sons característicos.
Quando visualizar uma ave, observe, com calma, seus comportamentos, sua forma geral, o formato do bico, suas cores e detalhes como manchas, dentre outros. Faça anotações, desenhe e, se possível, fotografe. Depois procure identificá-las em seu guia de aves ou em sites como o wikiaves. Com o passar do tempo, os nomes, as formas e as espécies tornar-se- familiares, fáceis de identificar e sua lista começará a se tornara variada e maior.
Ao chegar em casa, passe sua lista a limpo. Você pode inseri-las em sites como taxeus, eBird e outros. Além de se divertir, terá um passatempo junto à natureza, auxiliará nas pesquisas sobre aves e ajudará na preservação e na conservação das espécies.


Leve, sempre, alguns equipamentos básicos: caderno de anotações, caneta, binóculo (para ver mais de longe - aumento recomendado para observação de aves é de 7 a 10x. Eu recomento binóculos formato "Roof" -sem prisma- com aumento 8x42), máquina fotográfica super zoom (boa para iniciantes) e celular (pode ter vários aplicativos, inclusive guias de aves digital e gratuitos*). Tenha com você, repelente contra insetos, água para manter-se hidratado e balas, ou alguma coisa para comer, para que possa repor energia.

Recomendo que avise alguém sobre seu destino, bem como os horários de partida e retorno, para caso de algum imprevisto. Jamais invada ou adentre a uma propriedade sem ter prévia autorização do proprietário ou responsáveis.
É importante auxiliar a conservar praças, parques e a vegetação próximas de sua casa. Assim, as aves podem retirar delas tudo o que precisam, incluindo água. Se puder, plante árvores de flores e frutos. Em áreas urbanas, ou urbanizadas, comedouros e bebedouros são bem-vindos, (pesquise como fazer corretamente), pois complementam a oferta de alimentos naturais, geralmente insuficientes. Ofereça locais com água limpa, ou ninhos artificiais para as aves, os quais são bons atrativos para esses fantásticos seres alados. 


Conhecer para conservar.
Marcelo Tonini  

Jandaia-de-testa-vermelhaAratinga auricapillus
Beija-flor-de-bochecha-azulHeliothryx auritus

Para mais informações veja facebook.com/BiologoMarceloTonini

https://wwfbr.awsassets.panda.org/downloads/guia_de_aves_mataatlantica_wwfbrasil.pdf

Mais do ACidade ON