Chris Pratt é um soldado do futuro em "A Guerra do Amanhã"

Com direção de Chris McKay, longa-metragem apresenta uma trama de ação centrada na batalha entre os seres humanos e monstros alienígenas

| ACidade ON - Circuito das Águas -


O ator Chris Pratt interpreta Dan Forester no longa-metragem "A Guerra do Amanhã" (2021) (Foto: Divulgação)
O ator Chris Pratt se transforma em um combatente do futuro no novo longa-metragem dirigido por Chris McKay. A ficção científica A Guerra do Amanhã conta com alguns rostos conhecidos no elenco e efeitos visuais grandiosos ao apresentar uma trama de ação centrada na batalha entre os seres humanos e monstros alienígenas. O filme acompanha Dan Forester, um pai de família que já atuou nas forças especiais e que agora leciona biologia em uma escola.

Durante uma festa de Natal, ele se diverte com a esposa e a filha enquanto aguarda o retorno para uma nova oportunidade de emprego. Descontente com o rumo que a sua vida está tomando no momento, ele tenta se distrair com uma partida de futebol que está sendo televisionada. Entretanto, em meio a um ataque da seleção brasileira de futebol, um globo de luz intensa surge no campo.  

Cena do filme de ficção científica "A Guerra do Amanhã" (2021) (Foto: Divulgação)

Em seguida, soldados vestidos de preto saem do portal de luz e informam a todos que são viajantes do futuro. Eles afirmam terem sido enviados do ano de 2051, quando quase toda a raça humana foi dizimada por seres alienígenas. Após causar pânico na plateia que assistia a partida no local, a líder do grupo se manifesta e pede o auxílio de todos para que a humanidade não chegue ao fim.

Quando os governantes são envolvidos e a informação da invasão alienígena é confirmada, o grupo de viajantes do futuro começa a enviar pessoas que desejam auxiliar na batalha contra os monstros de outro mundo. Após chegar ao ano de 2051, os voluntários servem pelo período de 7 dias. Caso o voluntário sobreviva até o final do serviço, ele é reenviado ao passado para seguir com a sua vida antiga. Entretanto, a taxa de retorno é baixa devido a grande ameaça que enfrentam.

Dan Forester acreditava que seria dispensado da tarefa por ser professor e ex-militar. Entretanto, quando os esforços do exército do futuro se aproximam da extinção, o governo decide enviar o maior número de soldados e Dan é convocado. Com a promessa de assegurar uma vida próspera e duradoura para a sua filha, ele retoma a sua posição como militar e parte em missão. Ao chegar ao destino, Dan percebe que a ameaça é maior do que imaginava e que deverá lutar para sobreviver durante os sete dias de serviço.  
 
Ator Chris Pratt em cena do longa-metragem "A Guerra do Amanhã" (2021) (Foto: Divulgação)

O filme dirigido por Chris McKay conta com efeitos visuais impressionantes, elemento que é reforçado constantemente durante a aparição dos seres alienígenas. Com a habilidade de lançar garras afiadas, os monstros presentes em A Guerra do Amanhã aparecem com destaque ao longo de todo o longa-metragem, apresentando a perfeição com que foram realizados. Além disso, a produção também possui cenas trabalhosas de explosões para os amantes de adrenalina.


A aparição do ator J.K. Simmons é breve, mas a sua performance é forte e consistente com o seu personagem durão e reservado. A sua participação é reservada para dois momentos específicos da trama, quando o seu talento para o drama é explorado ao máximo e quando suas habilidades em momentos mais agitados e de confronto são requisitadas. Em ambas as situações, J.K. Simmons concentra a atenção do espectador para o seu desempenho. 
 

J.K. Simmons tem destaque no filme "A Guerra do Amanhã" (2021) (Foto: Divulgação)

Com um ritmo frenético e reviravoltas constantes, o roteiro escrito por Zach Dean possui algumas características que remetem à lembrança de cenas presentes em outros longas-metragens do gênero. Em alguns momentos, A Guerra do Amanhã apresenta características similares a filmes como No limite do amanhã, protagonizado por Tom Cruise, e Alien: Covenant, da saga idealizada por Ridley Scott.

Apesar disso, A Guerra do Amanhã se mostrou ser a escolha de muitos espectadores que buscam por lançamentos nas plataformas de streaming. Com cenas intensas de ação, um elenco conhecido por trabalhos diversos no cinema e quase duas horas e meia de duração, a nova produção do diretor Chris McKay bateu o recorde de audiência da Amazon Prime Video em apenas 48 horas e se tornou um projeto de grande repercussão no cenário cinematográfico atual.
 
Confira mais críticas e dicas sobre lançamentos de filmes na página Ao Som da Claquete!