Aguarde...

Cotidiano

Perseguição a suspeito acaba com criança baleada em Serra Negra

Caso aconteceu na manhã desta sexta-feira na Estrada Basílio Siloto; menino foi levado para o HC da Unicamp, em Campinas, e o condutor do carro fugiu

| ACidade ON - Circuito das Águas

Local da ocorrência (Foto: Divulgação)
 Um menino, de 7 anos, morador do Bairro Ramalhada, limite entre as cidades de Serra Negra e Lindoia, foi baleado na cabeça por volta das 11h desta sexta-feira (30) durante perseguição da Guarda Municipal de Lindoia a um carro suspeito pela Estrada Basílio Siloto, já em Serra Negra.   

A criança foi levada ao Hospital São Camilo, em Águas de Lindoia, e depois transferida para o Hospital de Clínicas (HC), da Unicamp. O estado de saúde da vítima não foi informado. O suspeito que ocupava o veículo, modelo Celta, fugiu. Uma mulher que o acompanhava foi detida e apresentada na Delegacia de Serra Negra, onde a ocorrência foi registrada. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ela foi presa em flagrante. 

O delegado Felipe Beluzzo Gonçalves, do Plantão Policial de Bragança Paulista, disse que informações preliminares repassadas por investigadores que estiveram na ocorrência, o veículo era dirigido por um dos suspeitos da morte de um comerciante de Mogi Mirim. O caso registrado como latrocínio, roubo seguido de morte, ocorreu na quinta-feira (29).   

Ainda de acordo com delegado, ao notar aproximação dos guardas, o condutor do carro tentou fugir, momento em que começou a  perseguição. Ele informou ainda que houve troca de tiros. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os guardas municipais "solicitaram a parada, mas eles tentaram fugir. Durante o acompanhamento, os suspeitos trocaram tiros com os agentes e uma criança que, estava nas proximidades, foi atingida", diz a nota oficial. 

Até a noite de sexta-feira (30) não havia informações de qual das armas partiu o disparo que atingiu o menino. Uma investigação será aberta para apurar os fatos. O suspeito também não havia sido capturado.     

Testemunhas disseram que o casal havia alugado uma chácara na região na manhã desta sexta-feira (29) e que havia saído com destino a Lindoia.  Afirmaram ainda que a criança que foi ferida estava acompanhada pelo pai, que trabalha em uma fazenda a aproximadamente 700 metros do local onde ocorreram os disparos. 



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON