Aguarde...

cotidiano

Caso em Itapira: Mãe acusada de matar criança é encontrada morta na cela

Jennifer Natalia Pedro foi achada por agentes com um lençol no pescoço; ela respondia pela morte da filha Ísis Helena, de 1 ano e 10 meses, ocorrida em 2020

| ACidade ON - Circuito das Águas

Jennifer Natalia Pedro foi encontrada morta em cela em Tremembé (Foto: Reprodução / EPTV)
 Jennifer Natalia Pedro foi encontrada morta na noite de segunda-feira (22) em sua cela na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 de Tremembé, interior de São Paulo, onde cumpria preventiva. Ela é acusada de matar a filha Isis Helena, de 1 ano e 10 meses, em março do ano passado em Itapira, cidade vizinha ao Circuito das Águas. A polícia fala em suicídio.

Sozinha na cela, Jennifer foi encontrada por agentes com um lençol no pescoço. Ela estava presa em Tremembé desde abril de 2020, depois de ter sido transferida da penitenciária de Mogi Guaçu.

SOBRE O CASO


O corpo de Ísis Helena foi encontrado enterrado próximo às margens do Rio do Peixe, em Itapira, no dia 17 de abril. No começo do mês de março, a mãe notificou a polícia sobre o desaparecimento da criança, que nasceu prematura, com microcefalia, e tomava remédios controlados.

Depois de semanas de buscas e investigações, surgiram indícios da participação de Jennifer no caso e ela passou a ser suspeita. Pressionada, a mãe disse à polícia que havia encontrado a filha morta, após alimentá-la com leite na noite anterior. Contou ainda que a menina havia morrido por asfixia e que ela havia jogado o corpo no rio. Depois, mudou a versão e apontou o local onde havia enterrado a criança. 

Isis Helena sumiu em 2 de março, em Itapira (SP) (Foto: Reprodução/EPTV)




Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON