Aguarde...

cotidiano

Circuito das Águas: Comércio aposta alto no Dia das Mães

De acordo com as associações comerciais de Amparo, Holambra, Jaguariúna, Pedreira, Serra Negra e Socorro, setor apresentou crescimento com vendas antecipadas

| ACidade ON - Circuito das Águas

Amparo fez uma pesquisa com os comerciantes para descobrir suas expectativas com a data (Foto: ACidade ON Circuito das Águas)
O comércio e o turismo estão movimentando as cidades do Circuito das Águas Paulista às vésperas do Dia das Mães, celebrado neste domingo (9). Após um longo período de portas fechadas durante as fases mais restritivas do plano de flexibilização, o setor teve um respiro nesta última semana, com a chegada da data comemorativa.

De acordo com as associações comerciais das cidades de Amparo, Holambra, Jaguariúna, Pedreira, Serra Negra e Socorro, as lojas possuem altas expectativas para o final de semana, mas já apresentaram um crescimento no faturamento com as vendas antecipadas. Confira os detalhes por cidade abaixo.

Amparo

Durante a última semana, a Associação Comercial de Amparo realizou uma enquete com os lojistas da cidade para realizar um panorama do comércio após o período mais restritivo da pandemia do novo coronavírus. De acordo com os dados levantados, 30% das empresas esperam que as vendas do Dia das Mães sejam ótimas, mas 7,5% acredita que o movimento será ruim.

O levantamento foi realizado com lojas de calçados, roupas, acessórios, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, mobiliário, academias, supermercados, óticas, entre outros setores do comércio, como postos de combustível, auto peças e materiais de construção.

No último sábado (1º), no feriado do Dia do Trabalho, 55% dos lojistas tiveram um aumento no movimento das vendas, mas 20% não puderam funcionar durante a data. Em relação à pandemia e ao ano passado, a pesquisa ainda aponta que 67,5% dos comerciantes precisaram demitir funcionários no período. Entretanto, 55% das empresas esperam melhores resultados para o comércio neste ano.

Holambra

Os produtores de flores de Holambra estão otimistas com a chegada da comemoração. Na Cooperativa Veiling, uma das maiores do país, já é esperado um aumento de 15% nas vendas, uma vez que 75% dos produtos já foram comprados antecipadamente por atacadistas e supermercados.

"Estamos estimando um aumento de 15% nas vendas em relação a 2019, pois perdemos a referência de 2020, quando as lojas só reabriram uma semana antes do Dia das Mães e muitos, por medo das perdas, não investiram na data. Apesar do mercado animador, não recuperamos nem produto, nem volume e nem o prejuízo que sofremos desde o início da pandemia", explica Jorge Possato Teixeira, CEO da Cooperativa Veiling Holambra. 

LEIA MAIS: 
Holambra: Produtores de flores esperam aumento de 15% nas vendas

Segundo a empresa, o Dia das Mães representa cerca de 16% do faturamento anual do setor, pois é considerada a ocasião mais importante para a floricultura nacional.

Jaguariúna

Segundo o presidente da Associação Comercial e Industrial de Jaguariúna, João Rodrigues, a projeção de vendas para a data possui um aumento de 5%, em relação ao movimento de 2020. Para a associação, o crescimento das vendas está diretamente relacionado ao atendimento presencial, que pode ser realizado nesta fase do Plano SP.

"Muito tempo em casa gera este desejo de se presentear quem se ama, e a mãe é este símbolo maior. Muitas também já foram vacinadas e isso gera a oportunidade de se reunir com a família e mostrar este amor com um presente", relata o presidente da associação.

Além disso, a Associação Comercial e Industrial de Jaguariúna também acredita que o Dia das Mães será responsável por auxiliar nas vendas de outras datas comemorativas, como o Dia dos Namorados, durante o mês de junho.

Pedreira

Para a Associação Comercial de Pedreira, as expectativas de vendas para o Dia das Mães são as melhores. Entretanto, não há uma projeção concreta, uma vez que, no ano passado, o comércio estava fechado durante este período.

Serra Negra

Durante o feriado do Dia do Trabalho, os pontos turísticos e os serviços de hotelaria da estância de Serra Negra voltaram a receber visitantes. Com o aumento das vendas uma semana antes das comemorações do Dia das Mães, o presidente do Comércio Forte Serra Negra, Rafael Accorsi, afirma que as expectativas dos comerciantes para o final de semana são boas.

Segundo Accorsi, os setores que mais movimentam durante a data são perfumarias, lojas de cosméticos, empresas que trabalham com chocolates, lojas de mobiliário e decoração, além de vestuário e calçados.

"Essas lojas têm um aquecimento natural por ser uma data comercial e, havendo esse fluxo turístico, a expectativa aumenta por conta do aumento do movimento. Mas também acredito que quem visitou a cidade, já pode ter feito sua compra, já antecipou sua compra por estar aqui e vai presentear sua mãe na cidade de origem", explica o presidente do Comércio Forte Serra Negra.

Socorro

Segundo André Marchese, presidente da Associação Comercial de Socorro, "o Dia das Mães é a segunda data com maior perspectiva de vendas capaz de dar um "boom" no comércio com o aumento sazonal das vendas", relata.

A associação também observa uma mudança no comércio de Socorro, através da realização de lives e promoções com entrega de kits, características que movimentaram o setor durante a pandemia do novo coronavírus. Além disso, Andre Marchese acredita que a cidade possui outro fator predominante, que é o turismo de compras.

"Socorro é muito quista pela sua qualidade nas malhas, com as confecções próprias que superam grandes grifes e sem contar que o atendimento é muito acolhedor e que a cidade está muito bem estruturada em todos os requisitos", finaliza o presidente da Associação Comercial de Socorro.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON