Publicidade

cotidiano

Com reservatório a 2%, Saae amplia racionamento em Águas

Segundo a empresa, as chuvas não foram suficientes para aumentar o volume de água dos reservatórios; multas poderão ser aplicadas no caso de desperdício

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Águas de Lindoia tem horário de racionamento de água ampliado (Foto: Divulgação/PMAL)
O Saae Ambiental ampliou o horário de desligamento das estações de tratamento de água da estância de Águas de Lindoia após o reservatório da Represa Cavalinho Branco chegar a 2% de sua capacidade e a do Jaboticabal alcançar 10% da capacidade total. Em um comunicado publicado nas redes sociais, a autarquia salientou que a pequena quantidade de chuva dos últimos dias não foi suficiente para aumentar o volume de água nos reservatórios, que seguem em estado crítico.

"A pouca quantidade de chuva dos últimos dias não foi suficiente para aumentar significativamente o volume de água que entra nos reservatórios do município. Com isso, o Saae Ambiental será obrigado a ampliar o horário de desligamento das estações de tratamento de água do município", diz trecho da nota.

Segundo informações divulgadas pela empresa, as medidas adotadas visam impedir o desabastecimento de água na cidade e têm início já nesta segunda-feira (20), com o desligamento da Estação de Tratamento de Águas (ETA 1), do reservatório Cavalinho Branco, às 14h, e da ETA 2, em Jaboticabal, às 17h. Confira o cronograma de racionamento:

Sistema ETA 1
Religamento: às 7h;
Desligamento: às 14h;


Relação de bairros:
Centro;
Bela Vista;
Jardim Meridien;
Barreiro;
Nova Lindoia;
Assumpção;
Parque. das Fontes;
Mirante;
Jardim Monte Alegre;
Moreiras.

Sistema ETA 2
Religamento: às 7h;
Desligamento: às 17h;

Relação de bairros:

Francos;
Casas Populares;
Jaboticabal;
Jardim Europa.

O Saae Ambiental alerta que a chegada de água pode variar de acordo com a localização da residência, devido às áreas mais altas, e solicita que, caso o retorno da água demore mais do que quatro horas além do horário de religamento das estações, os moradores entrem em contato e informem a situação para que uma equipe realize a verificação.

Em caso de dúvidas, o morador pode contatar o Saae Ambiental através do telefone (19) 3924 8150. A empresa ainda pede à população que evite o desperdício e use o recurso de forma consciente para evitar o desabastecimento.

Aplicação de multas

No início do mês de setembro, a autarquia decretou Estado de Emergência devido à grave situação causada pela estiagem e afirmou que poderá aplicar multas no caso de desperdício de água, de acordo com a Legislação Municipal (2.942/14).

De acordo com a lei, é considerado desperdício o ato de lavar quintais, calçadas ou áreas similares de imóveis residenciais e comerciais, além de veículos em domicílios residenciais e comerciais, com exceção de lava-jatos, que devem possuir sistema de redução do consumo de água potável ou reutilização.

A limpeza e enchimento de piscinas que não disponham de equipamentos de autolimpeza e filtros, e a utilização de torneiras, canos, conexões, válvulas, caixas d´água, reservatórios, tubos ou mangueiras que eliminem água continuamente também são avaliados como desperdício.

No caso de flagrante, o cidadão será advertido pelo Saae Ambiental. Em caso de reincidência, será aplicada uma multa de R$ 216, que pode ser cobrada em dobro em eventos futuros. O valor é acrescido diretamente na conta do mês subsequente à ocorrência. A população poderá auxiliar na fiscalização através de denúncias pelo telefone do (19) 3924 8150.

Mais notícias


Publicidade