Publicidade

cotidiano

Jaguariúna e Pedreira anunciam ciclovia em leito ferroviário

Parceria pretende estimular o turismo no Circuito e ocupar um antigo leito ferroviário que liga os dois municípios; projeto ainda está em fase de planejamento

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Projeto "Trilhas da Mogiana" pretende criar uma ciclovia no leito ferroviário entre Jaguariúna e Pedreira (Foto: Divulgação)
As prefeituras de Jaguariúna e Pedreira anunciaram uma parceria para realização de uma ciclovia no antigo leito ferroviário que liga as duas cidades. Intitulado "Trilhas da Mogiana", o projeto pretende estimular o turismo na região do Circuito das Águas Paulista, na qual ambos os municípios fazem parte.

De acordo com a administração municipal de Jaguariúna, a proposta apresenta a construção de uma ciclovia sobre o leito férreo desativado que margeia o Rio Jaguari. Segundo o projeto, a ciclovia terá 11 km de extensão, sendo 5 km em Jaguariúna e 6 km em Pedreira.

O secretário de Mobilidade Urbana de Jaguariúna, Josino Silva, é responsável pela coordenação do projeto na cidade, e afirma que a limpeza do local já foi realizada. No momento, é aguardado o seguimento de trâmites burocráticos, tais como a cessão provisória de todo o trecho, hoje pertencente ao patrimônio da União.

De acordo com o secretário, o projeto ainda pretende abranger a cidade de Santo Antônio de Posse. "Numa segunda fase do projeto, outra ciclovia ligará Jaguariúna a Santo Antônio de Posse e também utilizará o antigo leito da via férrea, numa extensão total de aproximadamente 12 km. O projeto ainda está em fase de planejamento", detalha Josino.

A proposta apresentada pelas prefeituras ainda prevê a iluminação do trajeto e a instalação de câmeras de monitoramento.

Em contato com a natureza

A administração municipal de Jaguariúna salienta que o trajeto apresenta uma beleza natural, com a visualização de mata nativa à beira do Rio Jaguari. Além disso, o local faz parte da herança de colonização de ambas as cidades. De acordo com a prefeitura, o trecho que será utilizado na ciclovia pertencia à Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, fundada em 1872 pelos produtores de café.

A inauguração do trecho Campinas-Jaguariúna foi realizada em 1875, e contou com a presença do Imperador Dom Pedro II. Nos anos seguintes, a linha ferroviária chegou a Ribeirão Preto, onde estendeu um ramal para o leste, adquirindo pequenas ferrovias em ramais da região norte de São Paulo e região sul de Minas Gerais.

Mais notícias


Publicidade