Publicidade

cotidiano

Amparo e Monte Alegre do Sul cancelam Carnaval de rua em 2022

Municípios alegam que o momento pede cautela, apesar da melhora nos índices da covid-19; consórcio do Circuito das Águas ainda avalia o possível cancelamento

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Amparo e Monte Alegre do Sul anunciam cancelamento do Carnaval de rua em 2022 (Imagem ilustrativa: Pixabay)
As prefeituras de Amparo e Monte Alegre do Sul confirmaram o cancelamento das festividades municipais do Carnaval de rua de 2022. Em Monte Alegre do Sul, a administração afirmou que os eventos realizados em comércios estão permitidos, desde que sigam todos os protocolos de segurança. Em nota, a prefeitura de Amparo salientou que o momento pede cautela, apesar da melhora nos índices da pandemia em toda a região.

"Amparo é referência regional no atendimento à saúde e no tratamento de casos de Covid-19 de toda a região nos seus dois hospitais. Portanto, a prefeitura não realizará carnaval de rua em 2022 para não gerar uma nova onda de contaminação do coronavírus, que volte a elevar o número de casos e óbitos pela doença", diz trecho da nota.

Os dois municípios foram os primeiros a se manifestarem sobre o evento. À apuração do ACidade On/Circuito das Águas, as prefeituras de Águas de Lindoia, Holambra, Jaguariúna, Pedreira e Socorro informaram que ainda não possuem uma decisão sobre um possível cancelamento do Carnaval. A administração de Lindoia não retornou a solicitação das informações.

Na última segunda-feira (22), o prefeito Elmir Chedid (DEM) se reuniu com os vereadores da Câmara de Serra Negra para questionar o posicionamento de cada um a respeito do Carnaval. Segundo o presidente da Câmara, o vereador César Borboni, houve um consenso da não realização do evento. Entretanto, o chefe do executivo da estância ainda não divulgou um comunicado oficial a respeito da festividade.

Consórcio do Circuito

Na última quinta-feira (18), o Consórcio do Circuito das Águas realizou uma reunião com os chefes do executivo das nove cidades da região e afirmou que aguardavam um consenso conjunto para o cancelamento das festividades.

A administração de Amparo informou que "a pauta está em discussão no colegiado de prefeitos do Circuito das Águas Paulista para que haja uma decisão regional sobre o evento, que evite a aglomeração de pessoas de toda a região em poucas cidades, o que pode, indiretamente, sobrecarregar o sistema de saúde de Amparo, já que os hospitais são de referência regional", finaliza a nota.

Carnaval em São Paulo

De acordo com um levantamento realizado pelo Estadão, ao menos 70 cidades do interior de São Paulo já cancelaram as festividades do Carnaval 2022 devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo o jornal, as prefeituras alegam que há risco de um aumento nas infecções pelo vírus por causa de aglomerações, além do respeito às famílias que perderam entes queridos.

Algumas prefeituras ainda afirmaram que não possuem recursos para os gastos oriundos do evento, devido aos investimentos para o controle da doença. Estâncias como Caconde, Santo Antônio do Pinhal e São Bento do Sapucaí estão na lista dos que não preveem a festa. Confira os detalhes abaixo.

Em alguns lugares, a decisão foi conjunta, como aconteceu nos municípios que compõem o Aglomerado Urbano de Jundiaí. O mesmo ocorreu no Vale do Paraíba, com o anúncio da suspensão do evento em 13 cidades.

Em Campinas, um edital condiciona a realização do Carnaval 2022 à situação epidemiológica da covid-19. A avaliação será realizada pela Vigilância em Saúde. (*Com informações do Estado de São Paulo)

Confira as cidades de São Paulo que cancelaram o Carnaval 2022:

*Altinópolis;
*Amparo;
*Barrinha;
*Borborema;
*Botucatu;
*Brodowski;
*Cabreúva;
*Caçapava;
*Caconde;
*Cajuru;
*Campo Limpo Paulista;
*Cássia dos Coqueiros;
*Catanduva;
*Cunha;
*Dobrada;
*Dumont;
*Fernandópolis;
*Franca;
*Guaíra;
*Guariba;
*Guatapará;
*Iacanga;
*Ibitinga;
*Itapetininga;
*Itápolis;
*Itatiba;
*Itupeva;
*Jaboticabal;
*Jacareí;
*Jarinu;
*Jundiaí;
*Lagoinha;
*Lins;
*Louveira;
*Luís Antônio;
*Marília;
*Mogi das Cruzes;
*Monte Alegre do Sul;
*Monte Alto;
*Monteiro Lobato;
*Natividade da Serra;
*Nova Europa;
*Orlândia;
*Piacatu;
*Pitangueiras;
*Pradópolis;
*Poá;
*Potirendaba;
*Redenção da Serra;
*Ribeirão Preto;
*Rifaina;
*Roseira;
*Sales Oliveira;
*Santa Cruz da Esperança;
*Santa Ernestina;
*Santa Rosa do Viterbo;
*Santo Antônio da Alegria;
*Santo Antônio do Pinhal;
*São Bento do Sapucaí;
*São Joaquim da Barra;
*São Simão;
*Sarapuí;
*Sorocaba;
*Suzano;
*Taquaritinga;
*Taubaté;
*Ubatuba;
*Uchoa;
*Urupês;
*Valinhos;
*Várzea Paulista;
*Vinhedo.

Mais notícias


Publicidade